São Paulo restringe acesso ao REFFIS por conta do coronavírus

Jogadores lesionados tem a orientação para fazer tratamento em casa; CT segue aberto mas com cuidados.

Hugo R. Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/saopaulofc.net

Por conta do coronavírus, o São Paulo restringiu a partir desta semana a utilização do Núcleo de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica, o REFFIS. Jogadores receberam orientações para fazer tratamento em casa e também terão acompanhamento médico.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Tiago Volpi, Helinho, Walce e Rojas são os jogadores que estão entregues ao REFFIS porque se recuperam de lesão. Eles receberam kits para que sejam cumpridos os cronogramas e também recebem acompanhamento por aplicativos online.

Mesmo com a restrição no REFFIS, os jogadores poderão seguir os treinamentos físicos no CT da Barra Funda desde que obedeçam as recomendações dos órgãos da saúde sobre os isolamentos sociais.

Os lesionados do São Paulo

Tiago Volpi – Pequena fratura mão direita no dia 11 de março, contra LDU;

Walce – Ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo no dia 8 de dezembro 2019, em jogo treino da seleção olímpica;

Helinho – Estiramento nos ligamentos do tornozelo esquerdo em 26 de janeiro, contra o Palmeiras;

Rojas – Duas lesões graves no joelho direito no dia 26 de outubro 2018, contra o Vitória.

O São Paulo paralisou os departamentos de futebol masculino, feminino e também as categorias de base, assim como o social do clube, que também está fechado para combate ao coronavírus.

LEIA MAIS SOBRE O SÃO PAULO

Daniel Alves volta a criticar postura de Bolsonaro: “Se não tem saúde, não tem nada”

Ídolo tricolor, Rogério Ceni é recordista de jogos no São Paulo; confira top-10