Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Sobrevivente da tragédia do Ninho assina primeiro contrato profissional

Goleiro comemorou a conquista em suas redes sociais

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Reprodução Instagram

Francisco Dyogo é um dos sobreviventes do trágico incêndio que ocorreu no Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019. Nesta quarta-feira, pouco mais de um ano depois do incidente, o jogador teve motivos para comemorar: O goleiro assinou seu primeiro contrato profissional com o Flamengo. Francisco assinou contrato com duração até fevereiro de 2023.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

O acordo foi assinado nesta quarta-feira. Como mora no alojamento do CT, Dyogo teve que esperar pela chegada do pai para a assinatura do acordo. Agora o jogador segue para Fortaleza, onde mora sua família, e lá entrará em período de quarentena. No início desta semana o Flamengo fechou o Ninho do Urubu para as atividades da equipe profissional e também da base, por conta do coronavírus.

“Mais um sonho realizado na minha vida. Agradecer a Deus e minha família por ter me ajudado nessa conquista. Muito feliz em assinar meu primeiro contrato profissional”, comemorou o jogador em seu Instagram.

No dia 9 de janeiro Dyogo Francisco completou 16 anos. Idade inicial permitida pela legislação para que o atleta possa assinar contrato profissional.

Outro sobrevivente da tragédia do Ninho do Urubu, Cauan Emanuel completou 16 anos no dia 25 de fevereiro e está em fase de negociações para também assinar contrato profissional com o clube.

Jhonata Ventura, mais um sobrevivente, ainda não retomou a rotina de atleta, portanto não possui um vinculo profissional com o clube encaminhado.

Leia mais

Filipe Luís diz viver melhor momento da carreira e torce por renovação de Jorge Jesus: “É muito importante pra gente”

Lateral do Sub-20 renova contrato com o Flamengo e terá multa milionária

As melhores notícias de esportes, direto para você