Nem 1,60! 5 jogadores baixinhos bons de bola do futebol brasileiro

Tamanho não é documento no futebol

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Edinho foi destaque do Fortaleza em 2019 (Miguel Schincariol/Getty Images)

O ditado ‘tamanho não é documento’ faz muito sentido no futebol, que é recheado de jogadores baixinhos bons de bola por aí.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Alguns desses, porém, são baixinhos até demais e sequer chegam ao 1,60m. Veja 5 jogadores baixinhos bons de bola do futebol brasileiro:

Élton – 1,56m
Revelado pelo Corinthians em 2004, sofreu com a má fase da equipe no primeiro ano de profissional e com o investimento em grandes jogadores no ano seguinte. Começou a rodar por vários clubes até chegar ao mundo árabe, onde é ídolo. Ficou por 13 anos no Oriente Médio até voltar ao Brasil para defender o CRB em 2019. Em 2020 aceitou a proposta do Al-Wehda e está de volta à Arábia.

Edinho – 1,58m
O meia-atacante é admirado no Fortaleza e já teve duas passagem pelo clube, que o revelou para o futebol em 2013. Um dos baixinhos de maior sucesso no futebol brasileiro atualmente, tem tentado engrenar com a camisa do Atlético-MG, clube que o contratou em 2018 e ainda não viu o jogador brilhar.

Naldinho – 1,58m
O atacante foi um dos jogadores mais rápidos do futebol brasileiro na década de 1990, quando defendeu o Bahia. Esteve no Tricolor de Aço de 1989 a 1995 e é lembrado pela torcida até hoje pela baixa estatura e pela correria. Se aposentou do futebol em 2004.

Madson – 1,59m
O jogador foi revelado pelo Vasco em 2007 e passou a rodar por vários clubes até se destacar no Santos a partir de 2009, quando fez parte do time de Neymar e Ganso. Foi bem no clube e saiu em 2011, para o Al-Khor, do Qatar, onde ficou até 2018. Em 2020 defende o São Caetano.

Yeferson Soteldo – 1,60m
O baixinho de maior sucesso no futebol brasileiro sequer é daqui. O venezuelano Yeferson Soteldo é o camisa 10 do Santos e titular absoluto da equipe desde a Era Sampaoli. Revelado pelo Zamora-VEN, passou por Huachipato-CHI e Universidade de Chile antes de desembarcar no Brasil. O jogador jura que tem 1,60m, mas alguns registros dão conta de que o meia-atacante habilidoso tem um centímetro a menos – o que não faria a menor diferença.

Leia mais:
Por onde andam os jogadores da Itália que derrotou o Brasil na Copa do Mundo de 1982?