Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Arsenal pode ser ‘forçado’ a vender Aubameyang na próxima janela de transferências

Atacante possui pouco mais de um ano de contrato com o Arsenal. Clube poderá vender o jogador para evitar que ele se transfira para outro time de graça

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Arsenal

Um dos principais jogadores do Arsenal, o atacante Pierre-Emerick Aubameyang pode deixar o clube inglês na próxima janela de transferências. O jogador possui contrato com os Gunners até junho de 2021 e conforme publicado pelo site “The Telegraph” as negociações para renovar seu contrato estão suspensas. Essa situação preocupa o clube inglês, que pode ver Aubameyang assinar um pré-contrato com qualquer clube no fim de 2020.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Avaliado em € 56 milhões, o jogador de 30 anos desperta o interesse de gigantes europeus. Barcelona, Real Madrid, Chelsea, Manchester United, PSG e Inter de Milão aparecem como possíveis destinos do atacante.

Apesar do Arsenal ter interesse em renovar o contrato de Aubameyang a imprensa internacional informa que o clube já planeja para perder o jogador na próxima janela do meio do ano. Dessa forma os Gunners teriam direito a um valor financeiro considerável, que pode ser muito importante para a temporada 2020-21. Vale lembrar que o time ocupava a 9ª posição da Premier League antes da parada por conta do coronavírus. Dessa forma o time estaria fora inclusive da Liga Europa da próxima temporada, reduzindo seu faturamento de forma considerável.

Com isso uma possível venda do atacante ajudaria nas finanças e planejamento futuro do Arsenal.

Dentre os possíveis interessados, Barcelona e Chelsea aparecem com maior destaque. No caso do clube catalão a necessidade de reforço no ataque ficou evidente após grave lesão que afastou Luis Suárez do time. Já no caso dos Blues o que conta a favor é o fundo de caixa que o clube possui. Isso se deve ao fato do Chelsea ter vendido Hazard para o Real Madrid e sem poder contratar jogadores por conta da suspensão que tinha recebido da Fifa.

LEIA MAIS:

David Luiz fura a quarentena e Arsenal diz que vai “chamar a atenção” de seus atletas

Barcelona se interessa e Arsenal já admite perder Aubameyang, diz jornal

Real Madrid entra na briga por Aubameyang e tem trunfo para contratar o atacante, diz jornal