Recém-contratado por clube da Bélgica, artilheiro da Copinha 2020 comenta sobre novo desafio da carreira

Atacante Felipe Micael era jogador do Mirassol e foi o artilheiro da Copinha 2020, ao marcar 10 gols.

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Divulgação/ Beerschot Wilrijk

2020 foi um ano de mudanças na carreira do atacante Felipe Micael, de 18 anos, que neste ano foi o artilheiro da Copa São Paulo de Futebol Junior. A ótima campanha do rendeu ao destaque da base do Mirassol uma transferência para o Beerschot Wilrijk, da Bélgica.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Felipe Micael já tinha sido destaque do Campeonato Paulista Sub-20 do ano passado, ao conquistar a artilharia, com 20 gols. Na Copinha 2020 ele balançou as redes 10 vezes.

“A Copinha, como muitas pessoas fala, revela muitos jogadores. Conquista isso (artilharia) foi uma coisa que abriu portas para mim dentro de futebol. Fiquei muito feliz, sou grato a Deus por essa artilharia, mas futebol é coletivo e conquistei isso sozinho, teve todo uma equipe, todo um trabalho, antes de eu conquistar. Todo garoto que sonha em ser jogador, sonha em jogar uma copinha. Eu assistia a competição quando era pequeno, sempre sonhei em ser jogador e minha primeira copinha foi essa”, contou Felipe Micael, em entrevista exclusiva ao Torcedores.com.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Com a grande Copinha disputada surgiu a proposta do Beerschot Wilrijk, da Bélgica. O sonho de atuar na Europa pesou no momento da escolha do atacante, que já tinha sido promovido para o elenco principal do Mirassol.

“Para falar a verdade foi uma decisão meio complicada, nunca tinha vindo para Europa. Mas, com sonho de jogar na Europa, o clube apresentou planos para mim que me agradou muito. Eu acabei escolhendo esse time”, relatou o artilheiro de 18 anos, que já tem planos traçados no novo clube:

“Fazer história aqui dentro e continuar meu trabalho, fazendo gols, conquistando objetivos pessoais e com a equipe> Vou buscar manter o que eu estava fazendo no Brasil”.

Adaptação no novo clube e quarentena

Ao ser contratado, Felipe Micael foi logo integrado ao elenco profissional do Beerschot Wilrijk, mas só participou de treinos. Ele chegou a descer para reforçar a base em jogo. O atacante comentou sobre esse início de trajetória no novo clube.

“Esse primeiro mês tá sendo muito importante para me adaptar com a cultura, língua, clima e estilo de jogo. Creio eu que esse primeiro mês foi muito importante e que cada dia que passa eu venho a evoluir. Logo quero começar a jogar e pode ajudar a equipe a chegar nos objetivos da temporada”, disse o artilheiro.

O período de isolamento social por causa da pandemia do novo coronavírus atrapalhou os planos do atacante estrear no time principal do Beerschot Wilrijk.

“Esse período de quarentena tá sendo um pouco difícil, pois devemos só ficar dentro de casa sem fazer nada. O clube passou uma programação de treino para nós fazer, faço treino e depois já era, não tenho o que fazer. Apenas esperar tudo isso passar e pode voltar tudo ao normal”, falou.

Felipe Micael contou que tem como ídolos os atacante brasileiros Gabriel Jesus e Henrique Dourado, este, que inspira também as comemorações dos gols dele.

LEIA MAIS:

Marcos Rocha ajuda e Mancha Verde arrecada 25 toneladas de alimentos para doar a famílias carentes

Rony fala da expectativa pelo 1º gol com a camisa do Palmeiras: “no momento certo a bola vai entrar”

Garotos que protagonizaram golaço que “bombou” na web passarão por teste no Santos

Mercado da bola: Sport anuncia a contratação do lateral Patric, ex-Atlético-MG