Malcom diz sentir falta do Barcelona e avalia possível retorno de Neymar ao clube: “Vai jogar bem e ganhar títulos”

Apesar do pouco tempo no Barcelona, o atacante afirmou que guarda boas recordações da sua passagem

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Barcelona

Malcom chegou ao time catalão para brigar por espaço no setor ofensivo. Apesar da tarefa árdua, o brasileiro aceitou o desafio, e desejava ter o mesmo sucesso que outros compatriotas na equipe. Porém, ele recebeu poucas oportunidades com Ernesto Valverde, e acabou sendo negociado com o Zenit.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Mesmo assim, o jogador ex-Corinthians afirmou que ainda mantém contato com alguns companheiros. Além disso, houve uma projeção sobre a possível volta de Neymar ao clube, algo que pode ocorrer na próxima janela.

“É claro que sinto falta do Barça. Tenho boas lembranças do Barcelona. Havia pessoas muito boas lá. E eu gostava dos torcedores do Barça. Eles me mandam muitas mensagens de apoio; Neymar? Não sei. Se ele voltar, fará como na primeira vez em que esteve no Barça. Vai jogar bem e ganhar títulos. E se Coutinho fica, também, é um ótimo jogador“, declarou à rádio “Cadena SER”.

Além disso, Malcom afirmou que Messi não detém tanto poder no Barcelona. Sendo assim, o argentino não interfere em questões da diretoria, e apenas cumpre seu papel de capitão.

“Não é que ele tenha tanto poder. É que somos uma família no vestiário. Messi não é o presidente. É que Messi como capitão conversou com o presidente para melhorar as coisas. Messi Ele sempre falava conosco e depois falava com o treinador e o presidente. Messi não é o presidente, ele ajuda o time. Conhecendo as opiniões um do outro, então ele se reporta ao treinador e ao presidente. Espero que ele jogue mais anos porque é incrível”, completou.

O atacante não escondeu que desejava ter mais oportunidades. No entanto, está focado no desafio de defender a camisa do Zenit.

“No Barça, realizei o sonho de jogar com os melhores e tive a sensação de que aprendi muito. Pensando nisso agora, acho que merecia mais minutos, mas o Barça me deu um aprendizado”, analisou.

LEIA MAIS