Na luta contra o coronavírus, Mercedes disponibiliza gratuitamente projeto de aparelho respiratório para outros fabricantes

Montadora ainda revelou que toda a sua fábrica, localizada em Brixworth, no Reino Unido, está modificada para produzir mais equipamentos

Carlos Henrique Correia
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / Site Oficial Mercedes

A Mercedes, atual hexacampeã de pilotos e construtores da Fórmula 1, tem trabalho no desenvolvimento de respiradores para auxiliar no combate ao novo coronavírus. Agora, a montadora anunciou que irá disponibilizar o projeto para que outros fabricantes possam utilizá-lo, sem custo.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O dispositivo, chamado Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas (CPAP, na sigla em inglês), foi produzido com o auxílio de pesquisadores da University College de Londres. O equipamento, nomeado UCL-Ventura, foi aprovado nos testes pelo governo do Reino Unido, que solicitou mais 10 mil unidades.

A empresa anunciou outra medida para conter o pico da crise do COVID-19 no país. Toda a fábrica, que fica em Brixworth, será modificada para produzir mais unidades do aparelho de uma forma mais rápida e segura.

“Atualmente, 40 máquinas, que normalmente produziriam equipamentos de F1 como turbos estão sendo usados na produção dos aparelhos de CPAP, e toda a fábrica de Brixworth foi modificada para completar essa demanda”, diz um comunicado emitido pela Mercedes.

O chefe do departamento de motores da equipe, Andy Cowell revelou que até o momento, inúmeros pedidos, vindos de todas as partes do mundo, já chegaram até eles.

Outros times da principal categoria do automobilismo mundial também fazer parte do “Projeto Pitlane”, um movimento de empresas com capacidade de engenharia para combater o novo vírus que tem assombrado o planeta nos últimos meses, todas ficam localizadas na terra da rainha.

LEIA MAIS