Playoffs da NBB podem ser disputados em local isolado

Ideia foi exposta pelo presidente da Liga Nacional de Basquete, Sérgio Domenici. Partidas não contariam com a presença do público

Raphaela Silva
Colaboradora do Torcedores.com.

Foto: Divulgação

Com previsão para retorno em junho, os playoffs do Novo Basquete Brasil (NBB), poderão acontecer em um local isolado. Foi o que declarou o presidente da Liga Nacional de Basquete, Sérgio Domenici, em entrevista exclusiva ao jornal Estadão. No caso, apenas pessoas tidas como fundamentais poderiam participar da partida. O público ficaria restrito.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

 

Domenici disse que uma equipe multidisciplinar está responsável por avaliar cenários para um possível retorno do campeonato. Com isso, serão elaboradas propostas, onde os clubes ajudarão a decidir o rumo da competição. A equipe é formada por médicos, fisioterapeutas, técnicos e jogadores. Jogadores como Alex Garcia (Minas), Paulinho Boracini (Botafogo) e Guilherme Teichmann (Corinthians), estão inclusos no núcleo.

Retorno da NBB

Paralisado desde o dia 15, por conta do Coronavírus, as partidas da NBB podem retornar somente em junho. O término do campeonato ficaria para o dia 30 do mês referido. Ainda não foi definido o formato da disputa, mas Sérgio Domenici quer o menor tempo possível, respeitando medidas de isolamento, testagem em jogadores antes dos jogos e outras medidas necessárias.

Situação de alguns jogadores

Como ainda não se tem uma data oficial para o retorno da NBB, alguns jogadores estão mantendo a forma em suas residências. O jogador Betinho, dispensado na última semana pelo Pinheiros, disse que segue uma planinha de treinos passada pelo clube.

O armador argentino,  Franco Balbi, que defende o Flamengo, voltou para a Argentina. Em entrevista ao site da Liga Nacional de Basquete, Balbi disse que no país não é permitido fazer caminhadas ao ar livre por conta do distanciamento social.

“A situação na Argentina também é complicada como em todos os lugares do mundo. Nosso governo pediu para que todos os argentinos fiquem em casa e só saiam para ir ao mercado ou devido a alguma urgência”, contou.

LEIA MAIS:

Roy Keane sobre corte salarial de jogadores da Premier League: “Só faz doação quem quer”

“Messi era falso e provocador”, diz ex-jogador do Real Madrid