Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Por onde anda Dênis, jogador que mais ficou no banco durante toda a carreira de Rogério Ceni?

Goleiro tem se aventurado no futebol europeu após passagem por outro clube do Brasil

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net

O goleiro Dênis está marcado na história do São Paulo. Não por títulos ou por grandes atuações, mas por ter sido o maior reserva da carreira de Rogério Ceni.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O atleta superou os eternos reservas Roger e Bosco e ficou por quase oito anos no banco do maior ídolo da história do São Paulo, de 2009 a 2016, e esperou sua chance até a aposentadoria de Ceni, que logo virou treinador da própria equipe e o lançou como titular.

Dênis, porém, não conseguiu atender às expectativas e ficou pouco mais de um ano no São Paulo. Voltou para a reserva e decidiu sair.

Assinou com o Figueirense em 2018 e foi titular da equipe catarinense por dois anos, até que viu o clube em uma crise institucional sem precedentes e deixou o time de Santa Catarina em 2019.

Mas por onde anda Dênis, goleiro que mais ficou na reserva de Rogério Ceni no São Paulo?

O goleiro Dênis é titular absoluto de um clube europeu e poucos sabem. O jogador foi contratado pelo Gil Vicente, do Campeonato Português, no meio do ano passado e já disputou 28 jogos pela equipe, que atualmente ocupa a 10ª colocação do torneio, que também está paralisado pela pandemia de coronavírus.

Leia mais:
Garrincha, Ronaldo e mais: 7 brasileiros que entraram para a seleção da Copa do Mundo em duas edições seguidas