13 craques do futebol que escolheram os Estados Unidos para encerrarem a carreira

Seja na MLS ou na antiga NASL, jogadores famosos terminaram no futebol norte-americano

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: NEW YORK, NY - MARCH 13: Andrea Pirlo #21 of New York City FC looks on during the match against the Toronto FC at Yankee Stadium on March 13, 2016 in the Bronx borough of New York City. (Photo by Mike Stobe/Getty Images)

Vários craques do futebol mundial escolhem mercados alternativos para encerrarem suas carreiras e os Estados Unidos se tornou uma delas.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Desde a década de 1970, com a formação da NASL (Liga de Futebol Norte-Americana), primeira grande liga do país, os clubes passaram a buscar jogadores importantes para popularizarem o esporte.

Atualmente a grande liga é a MLS (Major League Soccer), mas a medida segue muito parecida.

Veja 13 craques do futebol que escolheram se aposentarem nos Estados Unidos:

Dario Conca
O ídolo do Fluminense parou de jogar em 2019, no Austin Bold.

Andrea Pirlo
O craque do Milan e da Juventus se aposentou em 2017, no New York City.

Steve Gerrard
O atual técnico do Rangers e ídolo do Liverpool deixou o futebol em 2016, no Los Angeles Galaxy.

Kaká
O melhor jogador do mundo de 2007 deixou o futebol exatos dez anos depois, no Orlando City.

Frank Lampard
O atual técnico do Chelsea e ídolo do clube se aposentou em 2016, no New York City.

Thierry Henry
O atual treinador do Montreal Impact, justamente da MLS, se aposentou em 2014, no New York Red Bull.

Bastian Schweinsteiger
O ídolo do Bayern de Munique, que passou ainda pelo Manchester United, se aposentou em 2019, no Chicago Fire.

Raul González
O ídolo do Real Madrid deixou o futebol oficialmente em 2015, no New York Cosmos.

Pelé
O Rei do Futebol deixou o futebol de vez em 1977, no New York Cosmos.

Carlos Alberto Torres
O capitão do Brasil na conquista do tricampeonato mundial parou em 1982, no mesmo Cosmos.

Franz Beckenbauer
O maior jogador da história da Alemanha foi mais um a parar no New York Cosmos, mas em 1983.

Marinho Chagas
O lateral do Brasil na Copa de 1974 foi mais um a escolher os Estados Unidos para encerrar a carreira. Parou em 1987, no Los Angeles Heat.

Carlos Valderrama
Um dos maiores jogadores da história da Colômbia fez história no futebol dos Estados Unidos e parou em 2002, no Colorado Rapids.

Leia mais:
Fluminense x Itália: por onde andam os jogadores que participaram do amistoso mais aleatório dos últimos tempos?