Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bola de Prata do Brasileirão de 2001 contou com apenas quatro jogadores do G-12: você lembra da seleção do campeonato?

Edição do campeonato foi fora do comum e a final foi entre Athletico Paranaense x São Caetano

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Kléberson foi penta em 2002 (Tim De Waele/Getty Images)

O Brasileirão Série A de 2001 foi um dos mais diferentes da história da competição, especialmente por apresentar jogadores diferentes para o país e por contar com dois clubes de pouca tradição nacional na decisão.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Athletico Paranaense x São Caetano fizeram a final e o Furacão conquistou seu primeiro e até então único título brasileiro, tendo feito de jogadores comuns, destaques nacionais e levando até a revelação Kléberson para a Copa do Mundo do ano seguinte.

Mas você lembra quem foram os melhores jogadores do Brasileirão 2001? A Bola de Prata, prêmio da revista Placar que monta a seleção de todos os campeonatos, foi diferente do comum e contou com apenas quatro jogadores do chamado G-12 – que conta com os quatro grandes clubes de São Paulo, os quatro do Rio de Janeiro, os dois de Minas Gerais e os dois do Rio Grande do Sul.

Veja abaixo a seleção do Brasileirão de 2001 e conheça os jogadores:

Emerson – Bahia: O goleiro fez carreira no Bahia, mas foi revelado no Grêmio. Se aposentou em 2007, no rival Vitória

Francisco Arce – Palmeiras: Primeiro integrante do G-12
Daniel – São Caetano: Passou pelo Santos, mas sem destaque antes de brilhar no Azulão. Em 2003 deixou o clube para ir ao Palmeiras e ficou até 2006. Voltou ao São Caetano para se aposentar em 2007
Gustavo – Athletico Paranaense: Destaque do Athletico até 2002, foi para o Palmeiras e não teve destaque. Passou pelo São Caetano de 2004 a 2007, pelo Corinthians e pelo Sport. Voltou ao Athletico em 2008 e se aposentou em 2009 no futebol do Qatar
Léo – Santos: Segundo integrante do G-12

Simão – São Caetano: O volante brilhou acima dos 30 anos no Azulão, já que teve passagens anteriores por Internacional, Corinthians e futebol japonês. Deixou o Azulão em 2002 para se aventurar no futebol turco , ficou duas temporadas por lá e voltou para se aposentar no Goiás, onde atuou em 2003 e 2004
Preto – Bahia: Se tornou destaque no Tricolor após passar pelo rival Vitória no início da carreira. Foi campeão brasileiro pelo Santos em 2004 e foi para o Fluminense. Rodou ainda por Fortaleza, voltou a jogar nos rivais Bahia e Vitória e se aposentou em 2009, no Volta Redonda
Kléberson – Athletico Paranaense: Jogador de maior sucesso do Brasileirão de 2001, Kléberson foi campeão do mundo como titular pelo Brasil em 2002 e em 2003 foi para o Manchester United, onde foi apresentado com Cristiano Ronaldo. Foi para o Besiktas e voltou ao Brasil em 2007 para defender o Flamengo. Campeão brasileiro em 2009, foi para a Copa do Mundo de 2010. Passou por Athletico Paranaense, Bahia e foi para o futebol norte-americano, onde atuou de 2013 a 2017, quando se aposentou e se tornou treinador das divisões de base do Philadelphia Union
Roger – Fluminense: Terceiro integrante do G-12

Marques – Atlético-MG: Quarto integrante do G-12
Alex Mineiro – Athletico Paranaense: O centroavante havia passado por América-MG, Cruzeiro, entre outros clubes sem destaque até brilhar no Furacão em 2001. A partir daí rodou e foi para o futebol japonês, para o Atlético-MG, Palmeiras, mas se aposentou em 2010, aos 35 anos, no próprio Athletico Paranaense

Leia mais:
Em quais times o ex-BBB Hadson jogou na carreira?