Bicampeão mundial, Danilo afirma: “Liverpool 2005 era muito melhor do que Chelsea 2012”

Meia, que disputou mundiais por São Paulo e Corinthians, não ficou em cima do muro e foi categórico na resposta

Guilherme Paladino
Estudante de Jornalismo na UNESP, apaixonado por futebol brasileiro e internacional. Sonho em trabalhar com esporte.

Crédito: Reprodução - Youtube

Bicampeão mundial em 2005 e 2012, Danilo afirmou que o Liverpool derrotado pelo São Paulo era melhor do que o Chelsea batido pelo Corinthians. Foi em entrevista ao canal do Youtube “Arnaldo e Tironi” que o meia fez a comparação.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Após ser questionado sobre qual time foi mais difícil de vencer, o jogador foi categórico: “Qual foi mais difícil? Eu vou colocar o do Liverpool, que na minha opinião era muito melhor do que o do Chelsea”. Ele continua, dizendo que “em 2005, nosso time (São Paulo) só fez o gol e não conseguiu jogar”.

Apesar de sua declaração parecer uma diminuição do feito do Corinthians, não foi bem assim. Ele ressalta que “no Corinthians, contra o Chelsea a gente conseguiu jogar. A gente teve posse de bola, teve oportunidades contra a equipe deles”.

Danilo concluiu sua resposta voltando a reconhecer a dificuldade que o tricolor enfrentou em 2005: “com o São Paulo a gente ficou só atrás, conseguiu fazer o gol e defendemos até o final”.

Recusa de São Paulo por Danilo após seu retorno do Japão

Danilo também respondeu sobre seu retorno ao Brasil após jogar pelo Kashima Antlers (JAP). Ele revelou que sua prioridade era voltar ao tricolor: “Já estava no Japão há três anos e achava que era o momento de voltar ao Brasil. A gente estava conversando com o São Paulo, onde eu tinha sido campeão de tudo e tinha uma história muito bonita. A primeira opção sempre foi o São Paulo”.

Contudo, o time do Morumbi ganhou um rival na negociação. “No meio do caminho apareceu o Corinthians, a gente ficou conversando e as coisas com o São Paulo esfriaram (…) No final, a diretoria (são-paulina) acabou optando por outros três meias do que eu, e acabei indo pro Corinthians. Graças a Deus que eu escolhi o time certo no momento certo”, contou.

LEIA MAIS:

Bancário, ex-presidente Tricolor e Governador de SP: quem era Laudo Natel

6 anos de Arena Corinthian: confira números e curiosidades sobre a casa do Timão

São Paulo renova contrato dos goleiros Lucas Perri e Júnior