De quarentena, Jaqueline projeta Tóquio-2021 e descobre talento do filho: “super habilidoso”

Em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo, neste domingo (17), Jaqueline projetou próximos passos na pandemia do novo coronavírus, e falou sobre a descoberta do talento do filho Arthur

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram

Destaque da última Superliga pelo Osasco, Jaqueline falou sobre os planos de disputar a sua quarta olimpíada em Tóquio, e comentou sobre a preparação ter sido afetada por causa do coronavírus.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“O atleta perde muito. Completamente diferente da rotina diária. Você está ali fazendo sequências, treinamentos, musculação… temos uma rotina diária […]. A gente tem que se cuidar, se privar e pensar no que está acontecendo no momento, que é essa pandemia. Todo mundo se cuidar pra gente sair dessa logo”, disse.

Antes de acertar a volta ao clube paulista em 2019, Jaque estava treinando na areia ao lado da também campeã olímpica Mari, após passar um ano sabático. Na equipe osasquense, a ponteira mostrou não sentir o retorno às quadras e foi o principal nome do time de Luizomar de Moura na temporada.

“Eu recebo elogios diariamente. É gratificante. O reconhecimento do meu trabalho, de todo esforço, que corri atrás pra estar bem e ajudar a equipe. Pra mim é ótimo, maravilhoso. Enquanto estiver bem, vou estar jogando”, agradeceu.

Jaqueline tenta manter o ritmo em busca da quarta olimpíada seguida

Dessa forma, a pernambucana de 36 anos teve novamente o nome apontado para figurar na lista final de José Roberto Guimarães, mesmo após ter dado adeus à seleção em 2018. Com fome de títulos, a bicampeã olímpica não descarta a quarta participação olímpica seguida, mas prega comprometimento para estar bem fisicamente.

“É muito complicado, porque nunca sei como vou estar amanhã. Eu vou continuar jogando. Fiz grande superliga depois de um ano parada. Foi surpresa grande. Lógico que me dediquei muito, com foco grande em estar bem fisicamente, porque eu teria que estar igual ou até melhor que mais novas”, afirmou.

Veja aqui a entrevista de Jaqueline ao ‘Esporte Espetacular’ na íntegra

“É muito difícil falar se daqui a 6, 7, 10 meses vou estar bem, vai estar tudo ok. Desejo todo atleta tem. Basta estar bem e tem que merecer estar lá. Não adianta ser a Jaqueline, ser a Sheila…Tem que estar bem pra poder trazer o caneco. Se não for comigo, que seja com outra, mas que traga, né?”, continuou.

Jaqueline e Murilo descobrem novo talento do filho Arthur: “super habilidoso”

Junto de Murilo, Jaqueline comentou sobre a rotina da família durante a pandemia. A ponteira do Osasco disse que concilia as atividades da escola de Arthur, sem deixar o vôlei de lado para não perder o ritmo na volta aos treinos. E acabou descobrindo o talento do filho para o esporte em que os papais são referência.

“Tô surpreendida com meu filho. 6 anos e já é super habilidoso. Eu tô ficando feliz em saber que ele ama o esporte. Quando ele fica desenhando e a gente fala: ‘nossa filho, você vai ser um desenhista nato’, e ele fala: ‘não, vou ser jogador de vôlei’. Ok, né. Não vou falar mais nada, tá ótimo…”, declarou.

LEIA MAIS

MVP e dono de dois ouros olímpicos, Serginho dá adeus às quadras: “valeu a pena”