10 lutadores da WWE que tiveram que abandonar seus títulos

O Torcedores.com lista 10 lutadores da WWE que eram campeões e tiveram que abandonar seus cinturões devido à lesões ou doenças

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/WWE

Dentro do mundo do Pro-Wrestling, a WWE é de longe, a maior empresa do segmento. E o sonho de todo lutador é ser campeão e conquistar o carinho do público. Mas esse sonho as vezes, tem que ser interrompido. Na maioria das vezes por lesão.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Pensando nisso, e aproveitando o aniversário de Roman Reigns (um desses lutadores que tiveram que abandonar seu título), o Torcedores.com lista 10 atletas que tiveram que abdicar de seu cinturão.

10 lutadores da WWE que tiveram que abandonar seus títulos:

Shawn Michaels

Em meados de 1997, o campeão máximo da WWE era Shawn Michaels. Mas o ‘HeartBreak Kid‘ teve que abandonar seu cinturão devido à uma grave lesão no joelho. O cinturão vago foi ganho por Bret Hart, o que culminaria em uma luta entre ambos quando Michaels voltasse da lesão. O combate em questão culminaria no famoso ‘Montreal Screwjob‘, onde Shawn Michaels venceria de maneira bem polêmica. Mas essa é uma história para outro dia.

Batista

O ‘Animal’ Batista chegou no seu auge na WWE em 2005, quando ganhou a Royal Rumble, e o título peso-pesado na WrestleMania. Seu reinado caminhava muito bem, até que em janeiro de 2006, o lutador teve que abdicar de seu cinturão devido à uma lesão no bíceps. Kurt Angle acabou ganhando o título que estava vago. Assim como Michaels, Batista retornou no mesmo ano e logo venceu o cinturão novamente.

John Cena

O superastro John Cena venceu o cinturão da WWE em setembro de 2006, e vinha fazendo bom reinado de mais de um ano. Até que uma grave lesão no músculo peitoral, o fez abandonar o título. Randy Orton seria o próximo campeão.

Edge

Talvez o abandono mais sentido da lista. Na WrestleMania de 2010, Edge venceria o título máximo da WWE, e logo após o evento, o ‘Rated-R’ superstar, teria grave lesão no pescoço, que não só o tiraria o cinturão, como o afastaria dos ringues. Aposentadoria? Era o que tudo indicava. Mas 10 anos depois, Edge voltou na última Royal Rumble em grande estilo, e agora faz parte do roster da empresa.

Daniel Bryan

Outro que teve uma ‘aposentadoria fake’ nessa lista, Daniel Bryan também teve que abdicar seu cinturão de maneira triste. Bryan vivia seu auge, depois da WrestleMania de 2014, onde venceu Randy Orton e Batista, pelo título peso-pesado da WWE. Apenas um mês depois, teve que abandonar título e carreira também por uma lesão no pescoço. Mas dois anos depois, conseguiu liberação médica para voltar aos ringues da WWE.

Seth Rollins

Rollins foi mais uma que deixou seu cinturão vago bem no auge de sua jornada na WWE. O ‘arquiteto’ tinha um reinado de mais de seis meses do título máximo da empresa, após o vencê-lo no evento principal da WrestleMania. Mas no final daquele 2015, teve lesão grave no joelho, que o fez abandonar seu cinturão. Na época, Roman Reigns seria o novo campeão após torneio disputado. Seth Rollins voltaria meses depois, desafiando o próprio Reigns.

Finn Balor

Aqui temos o reinado mais curto entre os campeões que abdicaram de seu título. Finn Balor foi o campeão inaugural do título universal da WWE. Ele chegou à essa glória, após vencer Seth Rollins no Summerslam em 2016. Mas durante essa mesma luta, Balor lesionou o ombro gravemente, e já no dia seguinte teve que abandonar o cinturão. Semanas depois, Kevin Owens ganharia o título.

Naomi

Naomi era campeã do SmackDown após vencer Alexa Bliss no Elimination Chamber em 2017. Mas logo na sequência, teve que abandonar o cinturão por uma lesão no joelho. Alexa Bliss venceu o cinturão novamente, e Naomi voltaria na WrestleMania seguinte para o vencer mais uma vez.

Roman Reigns

Aniversariante do dia, Roman Reigns era literalmente ‘o cara’ da empresa naquele momento. Apesar de críticas ao seu estilo no ringue, o ‘Big Dog’ era o mocinho da WWE, e venceu o então grande ‘vilão’ naquele Summerslam de 2018: Brock Lesnar. A luta deu o título universal à Reigns, mas pouco tempo depois o lutador teve que renunciar o título devido à uma leucemia. Seis meses após o momento triste, Reigns anunciou que estava em remissão, e poderia voltar aos ringues. Apesar da ‘cura’, Reigns não tem lutado na WWE no momento atual da pandemia do coronavírus, por temer prejudicar seu sistema imunológico, ainda em razão da leucemia.

Becky Lynch

E fechamos a lista, com um abandono de título ‘feliz’. Becky Lynch quebrou paradigmas na empresa, ao vencer a Royal Rumble em 2019, e fazer parte do primeiro evento principal de WrestleMania apenas com mulheres. Na ocasião, Becky venceu Charlotte Flair e a temida Ronda Rousey. Desde então, vinha fazendo excelente reinado de mais um ano, mas teve que abandonar o título há duas semanas. O motivo? Não foi lesão, nem nada do tipo. Becky anunciou que está grávida, do também lutador Seth Rollins. Com isso, seu título feminino do RAW foi ‘dado’ à Asuka, que venceu a luta ‘Money In The Bank’ que daria futuramente um combate pelo título.

LEIA MAIS
Confira TODOS os resultados do AEW Double or Nothing (2020)