Muricy aponta dois fatores para o Santos estar em jejum de títulos e analisa trabalho de Jesualdo

Último título internacional do Santos foi sob o comando de Muricy Ramalho

Matheus Henrique Vieira Ramos
Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Crédito: Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Apesar das boas campanhas recentes do Santos no Campeonato Brasileiro – vice-campeão em 2016 e em 2019 -, o Peixe não é campeão há quatro anos e venceu uma competição internacional pela última vez em 2012, quando ganhou a Recopa Sul-Americana sobre o Universidad do Chile.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
www.facebook.com/TorcedoresOficial

Muricy Ramalho, hoje comentarista do Grupo Globo, foi o treinador do Santos no título da Recopa Sul-Americana e apontou dois motivos para o Santos estar em jejum de conquistas:

“O Santos está brigando para voltar a conquistar. A gente sabe que é difícil, porque o time passa por um momento financeiro que não é bom. Você precisa ter a parte financeira boa para contratar bons jogadores. Acho que falta isso e também a sequência de trabalho dos técnicos que duram muito pouco no Santos. Sampaoli fez um grande trabalho e em um ano só já foi embora. Então, esses são os grandes problemas do Santos, a falta de técnico e investimento”, disse o ex-treinador, em entrevista ao site do Lance!

Muricy Ramalho também analisou o início de trabalho de Jesualdo, que foi contratado pelo Santos em dezembro do ano passado para substituir Jorge Sampaoli, vice-campeão brasileiro pelo Peixe em 2019. Ele afirmou que o DNA Alvinegro não é de time equilibrado, como prega o treinador português:

“Ele (Jesualdo) chegou no Santos, chegou com um discurso de time mais equilibrado. Mas o DNA do Santos não é esse. Não é um time equilibrado, é um time que vai pra frente o tempo todo, se abre atrás, correria, põe os jovens pra jogar. É assim que ele tem que encarrar. O começo foi muito difícil, depois não sei ele voltou atrás e reconheceu que o Santos é o que sempre foi, time que vai pra cima, velocidade. Está melhorando”, disse.

Muricy também afirmou ao Lance! que o estilo de jogo de Jesualdo Ferreira é o oposto de Jorge Sampaoli, hoje no Atlético-MG, mas pediu tempo para o experiente treinador trabalhar:

“O estilo do Jesualdo é completamente diferente do Sampaoli, por isso ele acabou sofrendo um pouco. O estilo do Sampaoli deu certo porque é como o Santos gosta de jogar, pressionando, correria. Jesualdo é diferente, por isso ele deve ter um pouco de trabalho no Santos. Mas precisamos dar tempo primeiro para depois opinar”, finalizou.

LEIA MAIS: 10 jogadores que atuaram no Santos e talvez você não vai se lembrar

Idade, posição, tempo de contrato e mais: veja as informações do elenco do Santos

Veja 5 Meninos da Vila que não estouraram na Europa