Sem taça! Veja qual foi o período de maior jejum de títulos do Santos

Mesmo conhecido por suas glórias com Pelé, o Santos passou por anos de fila em sua história

Gabriel Girardon
Colaborador do Torcedores

Crédito: Time do Santos de 1955; título paulista encerrou jejum de 20 anos sem conquistas (Reprodução/Site oficial Santos Futebol Clube)

O Santos é um clube reconhecido mundialmente e que possui todas as grandes conquistas. Muito disso se deve pelos áureos tempos em que Pelé liderava um esquadrão de craques. Porém, pouco antes do Rei do futebol iniciar sua trajetória gloriosa no Peixe, a equipe viveu um jejum de títulos.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

O primeiro Campeonato Paulista conquistado pelo Santos foi em 1935. Na época, o torneio ainda nem era organizado pela atual FPF (Federação Paulista de Futebol) – começou em 1941. Mas, após isso, foram longos anos na fila para um novo título. Mais precisamente, 20 anos.

Foi em 1955 que o Santos finalmente voltou a levantar uma taça. Novamente, o Paulistão, terminando um ponto à frente do Corinthians, então atual campeão. O time do Peixe já contava com alguns nomes que fariam história nos anos seguintes com Pelé, como Zito e Pepe.

Tabu maior em expressão

Sem considerar torneios regionais, o jejum de títulos do Santos foi maior. Isso porque, ainda com Pelé, o clube conquistou o Campeonato Brasileiro em 1968 – chamado Torneio Roberto Gomes Pedrosa. Após isso, o Peixe demorou 30 anos para vencer um torneio mais expressivo. No caso, a Copa Conmebol de 1998.

Passado esse período, o Santos nunca mais passou por um tabu de tanto tempo. Especialmente por sempre contar com o talento dos Meninos da Vila. Primeiro, com início em 2002, liderados por Diego e Robinho. Mais tarde, a partir de 2010, com Neymar e Ganso.

LEIA TAMBÉM
Sem taça! Veja qual foi o período de maior jejum de títulos do Palmeiras

Craque dentro e fora de campo: como Salah se tornou o principal ídolo do futebol do Egito