5 goleiros que defenderam sua seleções por mais de uma década

Destacamos uma lista com cinco arqueiros que marcaram época em seus respectivas seleções

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino

Crédito: (Photo by Laurence Griffiths/Getty Images)

Ser goleiro de uma equipe é uma imensa responsabilidade, quando se trata de defender uma seleção a importância se torna ainda mais notória. Ao longo da história do futebol inúmeros goleiros se tornaram grandes ídolos de seus países, desmitificando assim a ideia de que um jogador da posição é menos valorizado em relação a um atacante, por exemplo.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

GYLMAR – SELEÇÃO BRASILEIRA

Goleiro

Bicampeão do Mundo com a camisa da Seleção Brasileira, Gilmar é tido como um dos maiores goleiros na história do futebol. Em 16 anos defendendo a meta do escrete verde-amarelo, ele colecionou 102 jogos disputados – com 72 vitórias, 14 empates e 16 derrotas, tendo sofrido 101 gols. Em Copas do Mundo, o desempenho do arqueiro é invejável: 14 partidas, com 11 triunfos, dois empates e apenas um revés.

O lendário goleiro brasileiro serviu de inspiração para Lev Yashin, que brilhou com a União Soviética, e é classificado como o melhor da posição na história. Gilmar morreu em 2013, aos 87 anos de idade.

LEV YASHIN – SELEÇÃO DA UNIÃO SOVIÉTICA

Conhecido como Aranha Negra pelo fato de utilizar um uniforme todo preto, Lev Yashin foi goleiro da União Soviética de 1954 a 1970. Dono de um perfil atlético invejável, Yashin tinha uma postura imponente debaixo da meta e reflexos acrobáticos, ganhando assim um status de revolucionador da posição de goleiro. Ao todo, Yashin acumulou mais de 800 jogos na carreira, destes 78 com a camisa de sua seleção. Morreu em 1990, por conta de um câncer no estômago, aos 60 anos.

GIANLUIGI BUFFON – SELEÇÃO ITALIANA

Terceiro jogador a participar de cinco edições de Copa do Mundo, Gianluigi Buffon é uma lenda do futebol. Dono de uma exímia envergadura, o goleiro marcou época com a Azurra, onde acumulou quase 200 jogos, e faturou a Copa de 2006. No fim de 2017, o experiente goleiro anunciou sua despedida da seleção italiana. No ano seguinte, no entanto, ele foi convocado sob pedido do novo treinador da Azurra para atuar em alguns amistosos.

Atualmente, Buffon defende as cores da Juventus, onde se notabilizou como ídolo incondicional da torcida.

VAN DER SAR – SELEÇÃO HOLANDESA

Goleiros

Segundo jogador que mais atuou com a camisa da seleção holandesa, Van der Sar está na lista dos maiores goleiros na história do futebol. Ainda jovem, após brilhar com a camisa do Ajax, ele foi convocado para a Copa de 1994, mas não chegou a atuar.

O seu debute se deu no ano seguinte. Consolidado como titular, o arqueiro defendeu a meta neerlandesa por 13 anos, computando 128 jogos. A sua aposentadoria se deu em 2008. Atualmente ele exerce a função de diretor executivo do Ajax.

TAFFAREL – SELEÇÃO BRASILEIRA

Goleiros

Um dos símbolos da conquista do tetra, Taffarel defendeu a Seleção Brasileira por 10 anos, e escreveu seu nome na história do esporte. Tido como um dos melhores goleiros de todos os tempos, Taffa computou mais de 120 jogos com a amarelinha, participando de três edições da Copa do Mundo. Aposentado desde 2003, o arqueiro agora exerce a função de preparador de goleiros na Seleção Brasileira e no Galatasaray.

LEIA MAIS:

7 melhores goleiros da história da Premier League

Ronaldo, Cássio e mais; veja os 10 goleiros com mais jogos pelo Corinthians

7 goleiros que passaram pelo Corinthians e talvez você não lembre