Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

5 jogadores que conseguiram se aposentar nos times em que são ídolos

Alguns ídolos conseguem passar anos fora do clube e voltar ainda mais queridos pelos torcedores

Vitor Cavalcanti
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Alguns jogadores conseguem deixar suas marcas de forma tão profunda nos clubes que não importa o tempo que passe, sempre vão estar dentro do coração dos torcedores.

Resolvemos elencar cinco jogadores brasileiros que tiveram passagens muitos marcantes em gigantes do futebol nacional, rodaram o mundo e conseguiram se aposentar justamente nos clubes onde são eternos ídolos

5 jogadores que conseguiram se aposentar nos times em que são ídolos

Sheik

Emerson Sheik foi o autor de dois dos principais gols da história do Corinthians. Naquela final da Libertadores de 2012, Sheik provou ser muito mais do que apenas um jogador de futebol e se tornou ídolo de uma torcida gigantesca. Em 2015, o jogador deixou o Parque São Jorge, mas voltou três anos depois. Retornou ao clube em 2018 com um contrato de seis meses, mas após o Paulistão teve o vínculo renovado até o fim da temporada. O atacante se aposentou logo em seguida e assumiu um cargo de gerência no clube.

Juninho Pernambucano

O meio-campista chegou ao Vasco em 1995 e teve participação direta na conquista da Libertadores de 98 do clube. O jogador deixou o time carioca em 2001 para o Lyon, onde se tornou um dos maiores ídolos e símbolos da era mais vitoriosa do clube. Em 2011, Juninho Pernambucano acertou seu retorno para o Vasco, onde ficaria até o fim de 2012. Seis meses depois, em meados de 2013, voltou novamente ao clube para poder se aposentar.

Raí

O tetracampeão teve uma passagem marcante pelo São Paulo no começo da década de 90, conquistando duas Libertadores e um mundial de clubes. Deixou o clube em 1993 e se transferiu para o PSG, onde se tornou um dos maiores ídolos do clube. Raí voltou ao São Paulo em 1998 e ficou até o meio de 2000, quando resolveu se aposentar.

Juan

O zagueiro foi formado nas categorias de base do Flamengo e estreou como profissional em 1996, onde ficou até 2002, quando se transferiu para o Bayer Leverkusen e se tornou um dos defensores brasileiros de maior sucesso no futebol europeu. Depois de anos fora, Juan voltou para o Flamengo em 2016 e permaneceu até 2019, quando se aposentou.

Alex

Ídolo por onde passou, Alex iniciou e encerrou sua carreira no Coritiba. O jogador estreou pelo Coxa Branca em 1995 e ficou até 1997. Depois de passagens marcantes Palmeiras, Cruzeiro e Fenerbahçe, o jogador voltou para o Coritiba em 2013. Depois de duas temporadas pelo clube paranaense, o jogador se aposentou em 2014.