Home Esportes Olímpicos COB cancela Jogos Escolares da Juventude por conta da pandemia

COB cancela Jogos Escolares da Juventude por conta da pandemia

Após reunião e apoio das 14 confederações, Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou o cancelamento dos Jogos Escolares da Juventude devido a pandemia de Covid-19

Hugo R. Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Em reunião online entre o COB, representantes das Confederações Brasileiras Olímpicas, as 27 Secretárias Estaduais e responsáveis pelo Jogos Escolares Estaduais, ficou decidido o cancelamento da competição em 2020, que serve de base para esportes olímpicos, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

PUBLICIDADE

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Sendo assim, a maior competição entre escolas e que serve de base para futuros atletas olímpicos, está cancelada. A cidade sede desta competição recebe cerca de 5 mil jovens atletas de 12 a 17 anos de idade. Os membros da reunião pontuaram os principais pontos para o cancelamento, sendo eles;

PUBLICIDADE
  • Risco de contágio em ambiente sem controle direto do COB e Confederações (ex.: transporte – aéreo e terrestre – até a cidade-sede, hotéis, centros comerciais, etc.);
  • Diferença entre as situações de cada Estado em relação à pandemia e o impacto na isonomia da competição;
  • Incerteza da data de retorno do calendário escolar presencial que pode comprometer o processo seletivo;
  • Possibilidade de os pais não autorizarem as viagens dos alunos/atletas;
  •  Eventual conflito com o calendário nacional das modalidades em função da possibilidade de concentração de muito eventos no último trimestre do ano.

Também em virtude da pandemia e o alto contagio, as três etapas regionais que aconteceriam em setembro já haviam sido canceladas.

A competição é realizada pelo COB desde 2005, quando a entidade assumiu e também entrou em um plano governamental. Ou seja, os Jogos Escolares da Juventude são uma parte dos Jogos Escolares Brasileiros. Juntos, formam a maior competição estudantil do país e também uma das maiores do mundo.

Cada edição dos jogos, em sua totalidade de etapas, alcança cerca de 2 milhões de jovens de todos os estados do Brasil, considerando as fases seletivas, municipais e estaduais, que são gerenciadas por estados e municípios. Além disso, envolve cerca de 8 mil pessoas que trabalham nesse grande evento, juntando organizadores, treinadores, árbitros e voluntários.

Dos Jogos da Juventude para o mundo

Os Jogos Escolares da Juventude revelaram alguns nomes de sucesso para o esporte nacional e internacional, como a campeã olímpica Sarah Menezes e a campeã mundial Mayra Aguiar, ambas do judô. Hugo Calderano (tênis de mesa), Raulzinho (basquete), Ana Claudia Lemos (atletismo), Etiene Medeiros e Leonardo de Deus (natação), que integraram o Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, também passaram pelos Jogos Escolares.

PUBLICIDADE

LEIA MAIS

Papa Francisco manda mensagem a Zanardi: “É uma lição de humildade”

Atletas comemoram o dia olímpico nas redes sociais; veja as melhores mensagens

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial