Felipe Melo revela acerto com Real Madrid, mas pisão em Robben ‘melou’ negociação

Atualmente no Palmeiras, o meio-campista representava a Juventus em 2010

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução/Palmeiras

Jogador do Palmeiras desde 2017, Felipe Melo revelou que foi informado, pelo agente (o espanhol José Rodri), que estava acertado para jogar no Real Madrid, após a Copa do Mundo 2010. Entretanto, o pisão em Robben, no jogo que eliminou a seleção brasileira nas quartas de final, ‘melou’ a transferência. Na época, o meio-campista defendia a Juventus.

“Já tínhamos tudo acertado no momento, mas isso já passou. Fiquei na Juventus e depois fui ao Galatasaray. E veja que coisa boa! Fui o melhor brasileiro do futebol turco ganhando campeonatos: oito em quatro anos. Isso é incrível”, contou Felipe Melo, em entrevista ao jornal AS.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Se eu tivesse jogado no Real Madrid poderia ter feito história? Talvez sim, mas não teria a idolatria que tenho hoje no Galatasaray, um clube que sempre estará no meu coração”, prosseguiu.

No Real Madrid, Felipe Melo jogaria ao lado de Kaká e Cristiano Ronaldo e seria treinado por José Mourinho se a transferência fosse realizada.

“Jogar no Real Madrid todo mundo gostaria. Quando Real ou Barcelona te chamam, você tem que deixar tudo e jogar. São dois grandes times”, destacou.

“Eu gostaria de ter jogado no Real. Mas joguei na Inter (de Milão). Quando eu estava na Fiorentina, lembro que a Inter me chamou e eu queria ir. Mas a Juventus pagou a cláusula (de transferência)”, relatou Felipe Melo.

Nada de arrependimentos

Felipe Melo disse que não se arrepende de ter pisado em Robben. Conforme relata, o lance ajudou o palmeirense a melhorar como pessoa e como jogador.

“Veja, eu estava diante de milhões de pessoas. Quando você percebe que está tudo acabado… mas eu não me arrependo de nada. Ainda que me perguntes se amanhã haverá um jogo, faria o mesmo. Te responderia que não porque (o lance) me serviu como exemplo. Jamais faria outra vez. Mas é como digo: é parte do processo para que o Felipe melhorasse um pouco mais como pessoa, como profissional. É a vida”, finalizou.

Veja lances de Felipe Melo:

Leia também:

Felipe Melo recorda assistência para Robinho e define: “uma das mais bonitas na história da Copa do Mundo”

Belluzzo aponta conflito de interesses em possível eleição de Leila Pereira à presidência do Palmeiras