Flamengo pode lucrar 3 vezes mais do que pagou por Gérson

Gérson caiu com uma luva no meio de campo do Flamengo, ao lado de Willian Arão, Everton Ribeiro e Arrascaeta

Vitor Cavalcanti
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Alexandre Vidal - Marcelo Cortes & Paula Reis / Flamengo

Gérson foi anunciado pelo Flamengo no dia 12 de julho de 2019, há pouco menos de um ano. O Rubro-Negro desembolsou cerca de 12 milhões de euros (aproximadamente R$ 50 milhões à época) para adquirir 100% dos direitos do meio-campista junto a Roma. O valor investido na compra era proporcional a expectativa de sua chegada.

Gérson não deixou nada a desejar e tomou conta do meio campo flamenguista já nas primeiras partidas.  O meia estreou no dia 21 de julho, no empate por 1 a 1 contra o Corinthians e depois daquela partida, virou o ponto central do time que viria a ser campeão Brasileiro e da Libertadores.

Porém, a passagem do jovem pelo Flamengo pode estar com os dias contados. Segundo informações do jornal EXTRA, Gérson já foi sondado por Borussia Dortmund, Chelsea e Tottenham. A publicação afirma que o Rubro-Negro nega que tenha havido qualquer contato pelo meia.

A multa rescisória de Gérson com o Flamengo é de 60 milhões de euros (cerca de R$ 330 milhões). O EXTRA afirma que a diretoria rubro-negra não tem intenção de vender o jogador por um valor próximo ao investido, porém, uma proposta mais ou menos o dobro do que foi pago, pode dar negócio. Cerca de 25 milhões de euros (cerca de R$ 140 milhões) pode ser o valor chave para tirar Gérson do Flamengo.