Lucão entra na Justiça contra o São Paulo e pede indenização por danos morais; zagueiro exige R$ 5 milhões

Ex-zagueiro, que teve contrato com o clube entre 2013 e 2019, pede R$ 5 milhões do clube; São Paulo já se defende de processo feito por Lucão na Justiça

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

O São Paulo vive uma grande crise financeira. Uma série de atletas, nos últimos tempos, entraram na Justiça contra o clube – o caso mais lembrado é o de Maicon, atualmente no Grêmio. Nesta quarta-feira (24), chegou a vez de Lucão, ex-zagueiro, acionar o SPFC judicialmente. E o processo contém uma peça curiosa.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

O total do processo movido por Lucão é de R$ 5 milhões. Mas R$ 1 milhão desse montante é exigido como indenização por danos morais. O documento declara que a diretoria o tratou de maneira vexatória e foi coagido a ser emprestado para o Estoril, em 2017. Após um duelo, ele declarou que “já já iria embora”, mesmo sem ter transferência alguma no radar. Ele recebeu uma multa de 20% do salário (valor também cobrado pelo zagueiro) por conta da fala.

A defesa do clube afirmou que, em publicações em redes sociais e declarações à imprensa, Lucão afirmou ser grato ao São Paulo.

Outros valores

Lucão também cobra salários do São Paulo. No período no Estoril, ele recebia menos do que o SPFC pagava a ele – e o jogador exige a diferença. Por fim, o zagueiro teve uma lesão em Portugal e, nesse período, o Tricolor pagaria o salário do atleta. O clube alega que havia uma cláusula contratual que assegurava que, em caso de contusão, os portugueses pagariam o salário de Lucão.

LEIA MAIS
Rogério Ceni surpreende: “Fiz o mesmo trabalho no Fortaleza e no São Paulo”
Bruno Alves celebra boa fase no São Paulo: “Melhor ano da carreira”
No Twitter, São Paulo comemora 25 anos do bicampeonato Mundial de Clubes