Lutador do UFC comemora presença de namorada em córner durante luta

Mike Perry teve apenas namorada em córner durante luta contra Mickey Gall no sábado (27), pelo UFC Las Vegas

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial UFC

O evento deste sábado do UFC, em Las Vegas (EUA), teve algo inusitado. Mike Perry lutou e venceu Mickey Gall no co-main-event do final de semana apenas com uma pessoa em seu córner: a namorada, Latory Gonzales.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Conhecido por seu estilo um tanto ‘excêntrico’ de agir, ‘Platinum’ não teve nenhuma ajuda de uma equipe para a preparação para luta e contou apenas com Latory como orientadora durante a vitória em cima de Gall. Algo que, em sua visão, acabou o ajudando a vencer.

“Ela fez um excelente trabalho, fez o simples e me gritou algumas coisas. A ouvi durante a luta, ela me dizendo para ficar com a guarda alta, teve uma vez em que errei o soco e ela me pediu para manter a guarda alta de novo. Quando ela me colocava gelo nos intervalos, ela me pedia para botar mais e eu ficava ali quieto, pensando só na sequência da luta”, disse Perry na coletiva.

“Esses técnicos nunca estiveram na posição em que nós lutadores do UFC estamos. Por isso que eu a trouxe, porque, de certo modo, Latory nunca esteve onde eu estou. Ela falou com muita humildade e deixou tudo simples”, completou.

Durante a semana, a postura de Perry de ir para o card do UFC apenas com sua namorada no córner foi bastante comentada e até criticada por alguns. Na visão do meio-médio, o resultado deste sábado serviu para calar a boca de quem duvidou de tal iniciativa.

“Me sinto ótimo, não posso mentir. Mas os haters nos criticaram, a ela também, e nisso tudo ela é a inocente da história. Sei que, do ponto de vista do entretenimento, eu falo algumas coisas. Mas também porque tem gente que me odeia tanto que é isso. Ela também começou a ter os haters dela e isso acabou me alimentando para a luta de hoje”, comentou.

LEIA MAIS

Jorge Masvidal ameaça se aposentar se UFC não lhe remunerar como deseja


Jon Jones mostra indignação com o UFC e afirma que só volta para o octógono quando receber o que merece

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook Oficial UFC)