Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mikel Arteta acredita que Özil ainda não esta pronto para dar seu melhor

O jogador alemão não foi escalado no jogo contra o Manchester City

Eduardo Statuti
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei. No Torcedores desde 2019.

Crédito: Divulgação Arsenal

O treinador do Arsenal falou em entrevista coletiva desta sexta-feira, 19, sobre os motivos de Mesut Özil não ter participado do último jogo da equipe. O camisa 10 dos Gunners não foi relacionado para a derrota por 3 a 0 contra o Manchester City por questões táticas. Sendo assim, Arteta foi questionado sobre o futuro do jogador mais caro de sua equipe, e explicou que “No momento em que eu ver que ele esta pronto novamente, tratarei ele como qualquer outro”.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Mikel Arteta afirmou que não tem nenhum problema pessoal com o alemão e que conversou com ele abertamente. “Estou sendo muito transparente com o Mesut. Desde que cheguei ao clube, pensei que ele estava em forma, disposto e queria atuar no nível que ele consegue. Acredito que ele jogou em todas as partidas comigo. Assim que eu ver que ele está pronto novamente, o tratarei como qualquer um”, declarou o treinador. “Não houve nenhum problema. Minhas conversas com Mesut permaneceram entre ele e eu. O que posso dizer é que foi uma conversa muito boa, honesta e clara. Isso é tudo”, assegurou Arteta.

O treinador, e ex-jogador do Arsenal, compreende as dificuldades que os jogadores enfrentam atualmente para voltar a jogar futebol. “Aconteceram muitas coisas nas últimas semanas e tenho que respeitar o tempo de cada jogador. Talvez eles precisem de um pouco de tempo. Tem sido difícil treinar nos últimos dois meses para preparar os jogadores, e mais uma vez, sou a pessoa que mais quer ver Mesut em alto nível. Colocarei ele em campo quando pensar que ele pode dar o melhor de si”, indicou Arteta.

Na atual temporada, Özil jogou em 18 partidas, marcando apenas um gol e dando uma assistência. Entretanto, com a camisa dos Gunners, o alemão marcou 44 vezes em 254 jogos, além de ter sido o garçom da equipe em 77 oportunidades. Enquanto o Arsenal está na 9ª colocação da Premier League, oito pontos distante da zona de classificação para a Champions League.

LEIA MAIS:

Alavés derrota Real Sociedad com atuação importante do VAR

Setién diz que Messi “Sabe quando tem que descansar”