Nate Diaz detona luta principal do UFC 251 no Twitter: “Ganho mais que todos vocês”

Americano tirou onda do duelo entre Kamaru Usman e Gilbert Durinho, marcado para julho. Diaz não luta desde a derrota para Jorge Masvidal

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook UFC Brasil

O UFC 251, marcado para 11 de julho na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi, terá Kamaru Usman defendendo seu cinturão dos meio-médios diante do brasileiro Gilbert Durinho. Mas nem todo mundo ficou excitado com o duelo, caso de Nate Diaz.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

O americano, que não luta desde a derrota em novembro para Jorge Masvidal, foi ao Twitter para fazer uma ‘trollagem’ da luta principal do card do UFC 251, afirmando que até mesmo sem lutar tem mais valor em termos financeiros do que o nigeriano e o brasileiro,

“Tem muito lutador que ganha pouco porque sabe que não valem p***  nenhuma. Você (Usman) poderia ter lutado contra o próximo da fila (citando Masvidal) e não o cara que aceitou receber menos porque disseram isso a ele. Por isso ninguém vai se lembrar de vocês. Recebo mais grana do que os dois juntos”, disparou Diaz.

Inicialmente, a intenção do UFC era de de casar a luta entre Usman e Masvidal, que vinham se provocando há algum tempo. Mas o ‘Gamebred’ se rebelou contra o Ultimate por não lhe dar um contrato que fosse lucrativo para poder encarar o duelo pelo cinturão. Com o dono do ‘BMF Belt’ descartado, a organização acertou a luta com Durinho, que vem de vitória sobre Tyron Woodley.

Usman e Durinho rebatem Diaz

Os dois protagonistas da luta do UFC 251 prontamente responderam a Nate Diaz. Usman prontamente comparou os carteis dos lutadores para provocar o americano.

“Você (Diaz) perdeu cinco das suas nove últimas lutas em oito anos. Tem 12 derrotas, 1-1 em quatro anos, se recusou a lutar com o Woodley quando te ofereceram o cinturão. E ‘aquele cara’ (Masvidal) tem 13 derrotas, perdeu para o Demian Maia que foi nocauteado por Burns (Durinho)”, disse o nigeriano

“Esse Nate Diaz só lutou três vezes em quatro anos, irei lutar a minha terceira em menos de cinco meses só em 2020. Já é suficente, mas basta recordar que a luta será o campeão contra o desafiante número um. Me faça um favor, não pisque e compre o pay-per-view”, disse.

LEIA MAIS

Estreia da ‘Ilha da Luta’ do UFC terá brasileiros e três lutas por cinturão