Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Com seis brasileiros, IFFHS formou seleção ideal da América do Sul no século XX

Argentina vem na sequência com quatro escolhidos

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação

A Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), principal organização que estuda a organização do esporte, elegeu em 1998 o time que é considerado o ideal e que reúne os melhores jogadores da América do Sul no século XX.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

A seleção do século foi feita em uma eleição que reuniu personalidades do futebol em todo o mundo e os jogadores elegíveis foram propostos com base em títulos e estatísticas.

O Brasil dominou totalmente a seleção e tem mais da metade dos 11 escolhidos, terminando a votação com seis eleitos.

Veja abaixo a seleção da América do Sul no século XX para a IFFHS:

Ubaldo Fillol (ARG); Carlos Alberto Torres (BRA), Elias Figueroa (CHI), Daniel Passarella (ARG) e Nilton Santos (BRA); Didi (BRA), Alfredo di Stéfano (ARG) e Roberto Rivellino (BRA); Diego Maradona (ARG), Mané Garrincha (BRA) e Pelé (BRA)

Apenas dois integrantes da seleção da IFFHS não conquistaram a Copa do Mundo. Veja a relação:

Pelé – 3 Copas do Mundo (1958, 1962 e 1970)
Mané Garrincha – 2 Copas do Mundo (1958 e 1962)
Didi – 2 Copas do Mundo (1958 e 1962)
Nilton Santos – 2 Copas do Mundo (1958 e 1962)
Daniel Passarella – 2 Copas do Mundo (1978 e 1986)
Carlos Alberto Torres – 1 Copa do Mundo (1970)
Roberto Rivellino – 1 Copa do Mundo (1970)
Ubaldo Fillol – 1 Copa do Mundo (1978)
Diego Maradona – 1 Copa do Mundo (1986)
Elias Figueroa – 0 Copa do Mundo – Disputou 1966, 1974 e 1982
Alfredo di Stéfano – 0 Copa do Mundo – Não disputou nenhuma edição

Leia mais:
Barbosa sofreu preconceito e carregou culpa por derrota em 1950 até o fim da vida: “não sou um criminoso”

Comentarista da Fox diz que Palmeiras precisa substituir Dudu para não ser coadjuvante: “não pode guarda dinheiro debaixo do colchão”