Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-Corinthians relembra quando pediu para Eto’o não deixar o campo por insultos racistas

Ex-Corinthians, Ewerthon, passou por situação constrangedora quando jogava no Zaragoza

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Ewerthon jogou com destaque pelo Zaragoza (Reprodução/Youtube)

Em um momento onde a discussão antirracista, se aflora pelo mundo inteiro, um atacante, ex-Corinthians, lembra de uma situação constrangedora que passou com Samuel Eto’o. O camaronês jogava pelo Barcelona e quem relembra a história é Ewerthon, na época, no Zaragoza da Espanha.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Eto’o marcou gols em duas finais de Liga dos Campeões pelo Barça

“A gente estava jogando pelo Campeonato Espanhol e o Eto’o sofreu racismo da torcida do Zaragoza. Ele quis sair do campo e ficou aquele alvoroço, todo mundo segurando ali. Aí, o árbitro falou que, se ele saísse, ia ser expulso ou algum outro jogador tinha que sair com ele. Nesse momento, eu falei para o Eto’o: saio com você. Essa atitude acabou gerando uma repercussão muito boa na Espanha”, contou o ex-atacante ao canal Vamo Pro Jogo no Youtube.

Ewerton aproveitou para falar de quando sofreu com o racismo.

“Eu já sofri com o racismo, aqui no Brasil. Chamam de pretinho. É sempre assim: quando o negro ganha um pouco mais de dinheiro, vem o racismo, mas é sempre de maneira indireta, desabafou na mesma entrevista.

Além do Zaragoza, Ewerthon passou com destaque pelo Borussia Dortmund, sendo campeão alemão. Também rodou por Stuttgart, Espanyol, Terek Grozny da Rússia e Al-Ahli do Catar.