Por onde anda Gyan, destaque de Gana na Copa do Mundo de 2010

Principal jogador da seleção de Gana, Asamoah Gyan entrou para a história de sua seleção

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Getty images

Na Copa do Mundo de 2010, Gana fez a sua melhor campanhas em copas. Na primeira fase, a seleção africana venceu a Sérvia, empatou com Austrália e perdeu para Alemanha, somou 4 pontos e se classificou para a próxima fase. Nas oitavas venceu os Estados Unidos, mas caiu nos pênaltis para o Uruguai nas quartas.

Ao todo, Gana marcou 6 gols naquela edição, e Asamoah Gyan foi o responsável pela metade dos gols de sua seleção, e com certeza foi um dos destaques do mundial de 2010. Após dez anos desta copa, relembramos o que aconteceu com o atacante ganês.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

 

O início

Gyan iniciou a carreira no futebol pelo clube Liberty Professionals FC, de Gana e se transferiu para a Udinese, da Itália, em 2003. Ficou no futebol italiano até 2008, por lá também defendeu as cores do modesto Modena. Durante a Copa do Mundo de 2010, ele era jogador do Rennes, da França.

Pós-copa   

As boas atuações no mundial da África do Sul renderem a ele a oportunidade em uma das principais ligas do mundo, a Premier League. Após a copa, o Sunderland contratou o jogador, mas no ano seguinte ele começou a ser emprestado. Gyan foi jogador do clube inglês até o ano de 2015, quando se transferiu para o futebol árabe.

O atacante também passou pelo futebol chinês e retornou à Europa em 2017, quando defendeu as cores do Kayserispor, da Turquia. Deixou o clube turco em 2019, na oportunidade ficou dois meses sem clube, até acertar com o NorthEast Utd. Permaneceu por lá até o começo deste ano, quando acabou seu contrato. Atualmente o atacante está sem clube.