Cláusula contratual tira Muralha do jogo contra o Flamengo

Alex Muralha disputou 14 partidas pelo Coritiba em 2020

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação /Coritiba

O Coritiba já tem um desfalque certo para a partida contra o Flamengo, neste sábado, às 19h30, no Couto Pereira: o goleiro: Alex Muralha. O jogador pertence ao clube carioca e está emprestado ao Coxa até dezembro.

Siga o Torcedores também no Instagram

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Mas uma cláusula no contrato impede a utilização do atleta contra a equipe sua equipe de origem. A diretoria, porém, descartou a possibilidade de pagar uma alta indenização para garantir a presença do goleiro no confronto diante do time rubro-negro.

Dessa forma, surge a possibilidade de o técnico Eduardo Barroca promover o retorno de Wilson ao gol do Coritiba. Considerado um dos maiores ídolos da história recente clube Coxa Branco, o experiente goleiro defendeu o Atlético-MG no Brasileirão do último ano.

Alex Muralha foi um dos pilares do Coritiba na Série B do Campeonato Brasileiro de 2019. Além disso, ele é um dos jogadores que mais entraram em campo pelo clube nesta temporada. O goleiro, nesse ínterim disputou 14 jogos. Contratado em março do ano passado, o arqueiro teve passagem conturbada pelo Flamengo.

Em 2017, ele foi rotulado pela torcida com símbolo do fracasso do Flamengo na Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Logo depois, o goleiro foi emprestado ao Albirex Niigata, que disputa a segunda divisão do Japão.

No Coritiba, porém, Muralha recuperou a segurança e conquistou a torcida do Coritiba. No entanto, o goleiro voltou a ser questionado após falhar no clássico contra o rival Athletico na final do Campeonato Paranaense.

Wilson volta ao gol do Coritiba

Revelado nas divisões de base do Flamengo, Wilson fez parte da geração que revelou o goleiro Marcelo Lomba, o lateral-esquerdo Egídio, o volante Jônatas, os meias Andrezinho e Fellype Gabriel, além do atacante Jean.

Wilson, porém, deixou a Gávea sem nunca ter disputado uma partida profissional com a camisa rubro-negra. Posteriormente, teve boas passagens por Figueirense e Vitória. No Coritiba desde 2015, o arqueiro disputou 216 jogos e marcou 10 gols.

LEIA MAIS: