Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

LeBron James afirma que os playoffs de 2020 são “os mais tensos” de sua carreira

Astro dos Los Angeles Lakers cita a ausência dos familiares com um grande complicador nessa fase decisiva

Flavio Souza
Desde 2006 escrevo sobre esportes em geral e participo do site Torcedores.com desde dezembro de 2018, onde exerço função de Colaborador Sênior.Atualmente meu foco é no futebol brasileiro e internacional, mas procuro falar sobre outras modalidades, como esportes olímpicos, por exemplo.Meu foco é trazer informações relevantes sobre os clubes fora de campo, como entrevistas, análises financeiras, desempenho das equipes em redes sociais e análises táticas.

Crédito: Reprodução / Twitter oficial Los Angeles Lakers

A NBA finalmente chegou a sua fase de playoffs. Depois da pausa forçada por conta do coronavírus, a liga conseguiu criar um protocolo para retorno da competição na bolha em Walt Disney World. Apesar da segurança para as delegações, os atletas sofrem com o desgaste mental. LeBron James, principal nome dos Los Angeles é um dos que tem mais voz ativa e deixa claro o quanto a ausência da família pode impactar no desempenho dos jogadores.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Este é o campeonato mais difícil para mim pessoalmente. Das circunstâncias de apenas estar aqui. Eu me preparo da mesma forma, apenas algumas coisas mudam em relação às temporadas anteriores. No que diz respeito a estar trancado, isso não muda.  O que é diferente é este é ambiente”.

Ausência dos familiares

O fato de estar longe da família é um dos fatores que mais impacta LeBron.

“Não estou em casa, não estou com minha família, não estou em minha própria cama, não estou em nosso centro de prática, não estou me preparando para estar no Staples com nossos fãs. Não estou com muitas coisas que são essenciais para minha rotina diária. 

Obviamente, estar longe de sua família é um sacrifício inacreditável que todos nós estamos fazendo, e é muito difícil. Temos jogos de estrada, quando vamos para a Costa Oeste ou Costa Leste, você tem viagens de estrada de 11 dias de cinco ou seis jogos.

E às vezes, quando você joga as Olimpíadas, pode ficar longe da sua família porque está viajando de um país para outro. Mas nada jamais se comparou a isso. É um grande sacrifício que todos estamos fazendo. Tenho saudades da minha família, minha esposa, meus filhos, minha mãe e assim por diante. É um grande desafio.”

LEIA MAIS:

WNBA: a incrível carreira de Tina Thompson, uma das maiores jogadores de basquete

Ao explicar eliminação do Spurs na NBA, Gregg Popovich ironiza Donald Trump: “fake news”