Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

No mudo? Tite diz que prefere assistir aos jogos sem narração e comentários da TV

Treinador da seleção brasileira ressalta que os comentários da transmissão durante os jogos estão “emocionalmente” envolvidos e atrapalha na análise

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

A coordenação da seleção brasileira voltou a trabalhar presencialmente nesta quinta-feira (6). O treinador Tite e o coordenador Juninho Paulista falaram em vídeo publicado pela CBF TV sobre as adaptações sofridas no estudo sobre futebol com a pandemia da Covid-19.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Durante a conversa, Tite contou uma história curiosa dos bastidores da análise das partidas. Segundo o treinador, eles preferem deixar a televisão no ‘mudo’, sem áudio de narração e comentários nos jogos. Ele explica que isso impede que tenha algum laço emocional no estudo.

“Uma das formas que a gente desenvolveu virtualmente era assistir ao jogo e não ouvir comentários e narrações. E nós fazíamos uma análise projetando como se fossemos técnico da equipe e dar as orientação no intervalo, era uma forma criativa que nós tivemos”, disse Tite.

“Se tu ouve um comentário, uma narrativa, emocionalmente você vai estar sendo interferido no jogo, a gente procurou dentro daquelas outras criatividades exercitar essa também”, continuou o treinador da seleção brasileira no vídeo da CBF TV.

Juninho Paulista ainda ressaltou que a equipe de Tite voltará aos jogos com o Campeonato Brasileiro. A análise ‘in loco’, porém, terá apenas um membro da comissão técnica. “A gente está se organizando para ver ‘in loco’. Antes eram dois, sempre um discutindo com outro agora, vamos colocar um observador em cada jogo, até pela preocupação de ter menos pessoas no estádio possível”, confirmou.

Na sede da Confederação Brasileira de Futebol, Tite explica que os trabalhos voltaram gradualmente. “Pontos específicos, pautas específicas, análises individuais. Projeção de equipe, estudos do que foi feito de certo e de errado no modelo nosso. Projeção de atletas, reestruturar a equipe, tudo isso nós procuramos antecipar de alguma forma. Assim como procuramos estabelecer um modelo que a seleção brasileira usa. E vídeos representativos que podem ser colocados futuramente para o público para que possa comprovar”, concluiu o treinador da Seleção.

LEIA MAIS:

VAR de Corinthians x Palmeiras cai e sofre mudanças durante Dérbi

Limpa de Jesus? 7 jogadores que podem trocar o Brasileirão pelo Benfica