Botafogo consegue adiar julgamento de Gatito por chute em VAR

Goleiro do Glorioso terá nova data, ainda sem definição; adiamento foi feito devido a ‘produção de provas periciais’

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução

O Botafogo escapou de ter, por enquanto, Gatito Fernández fora por algum tempo. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou o adiamento do julgamento do caso do chute dado pelo goleiro do Fogão no monitor do VAR após a derrota para o Inter, pelo Campeonato Brasileiro.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Segundo o tribunal, o julgamento foi adiado após o clube ter feito um pedido para que caos não fosse apreciado pela corte, o que aconteceria nesta quinta-feira (10). O pedido foi feito para que ‘provas periciais’ fosse produzidas em favor do goleiro botafoguense.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

O pedido de prova pericial havia sido inicialmente feito na terça (8), mas recusado por presidente da Quarta Comissão do STJD, Jorge Octávio Lavocat Galvão, por achar que as provas já recolhidas do incidente seriam suficientes para que o caso fosse julgado. Mas, em nova sessão, o tribunal decidiu por deferir o pedido.

Assim, uma nova data para o julgamento terá de ser marcada quando tais ‘provas periciais’ sejam produzidas pela defesa de Gatito, que pode pegar até 180 dias de suspensão pelo ato, feito como crítica aos gols do Botafogo anulados na derrota do time para o Colorado, além de multa.


LEIA MAIS

Botafogo: Apesar de ‘tristeza’, Autuori vê time com moral para clássico