Guerra de álcool gel e foto seminu: por que Cartolouco foi demitido da Globo

Parte do elenco de ‘A Fazenda 12’, da Record, Cartolouco era um dos principais nomes do esporte da Globo, mas acumulou algumas polêmicas que pesaram para sua demissão em abril

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/SporTV

O jornalista Lucas Strabko, mais conhecido como Cartolouco, é um dos integrantes do elenco de ‘A Fazenda’ 12, da TV record, e ao ter seu nome anunciado para entrar na disputa pelo prêmio no valor de R$ 1,5 milhão, causou polêmica nas redes sociais ao afirmar que irá adestrar animais, a começar pelo cantor Biel. E quem se acostou a acompanhá-lo na Globo sabe que o ex-garoto propagando do Cartola FC gosta de polemizar, afinal, por isso foi demitido da emissora carioca em abril.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Em fevereiro, Lucas Strabko foi flagrado fazendo ‘guerra’ de álcool gel na redação do Globo Esporte enquanto a programação estava ao vivo no SporTV, canal fechado de esportes da emissora carioca, com um link da repórter Fabíola Andrade no programa ‘Redação SporTV’.

O jornalista chegou a se manifestar sobre o episódio em seu Instagram. “Guerra de álcool gel ainda será esporte esporte olímpico. Por enquanto só foi ao vivo no Redação SporTV. […] Mas, falando sério, é por isso que eu amo trabalhar na Globo. Tem momentos sérios, momentos de descontração, mas sempre é um clima muito bom. Todos são amigos”, escreveu na época.

Apesar do discurso,a direção da emissora não gostou da brincadeira e dias depois do episódio chegou a abreviar a passagem do jornalista no Globo Esporte de São Paulo por causa do episódio – segundo informação divulgada pelo site Observatório da TV.

Já em março, quando o Brasil entrava de vez na fase de pandemia do coronavírus e viralizou um desafio de fazer embaixadinhas com o rolo de papel higiênico, Cartolouco apareceu seminu em uma foto, sentado em uma privada, se limpando com o papel higiênico satirizando a brincadeira. Horas depois o post foi apagado, e em entrevista ao canal Pilhado, no YouTube, afirmou que estava querendo conscientizar as pessoas a não usarem o papel para fazer brincadeiras.

“O problema pelo qual eu acho que eu fui mandado embora foi: a Globo é muito conservadora ainda. A Globo não entendeu ainda esse boom que a internet teve, de ser uma coisa mais livre, da galera poder criar e fazer coisas à vontade. O que deu merda mesmo, eu estava na privada, pelado – mas coberto -, e era a imagem do desafio papel higiênico. A galera estava gastando papel higiênico para caramba e eu falei ‘pô, galera, o papel é para limpar a bunda, não para fazer embaixadinha’. Era para conscientizar o povo, mas a Globo ‘tá’ em mim”, explicou.

POLÊMICA COM A TORCIDA DO FORTALEZA:

Em 2018, Strabko foi suspenso e retirado de um painel do Esporte da Globo na CCXP – Comic Con Experience – após aparecer em um vídeo no meio da torcida do Ceará falando que o “Fortaleza era pequenininho”, durante uma partida entre Ceará e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro.

Cartolouco se explicou e afirmou que não estava trabalhando quando aconteceu o episódio. “Quando você se torna um jornalista esportivo, naturalmente perde o sentimento pelo clube de coração – sim, é verdade, não tenha dúvida. Todo mundo tem um time quando moleque. Eu não fui diferente, mas perdi completamente a paixão – o que é doído, porque a essência do futebol é torcer.”

“Essa minha proximidade com o Ceará despertou aquela velha paixão cega de torcedor, que passa dos limites e, por muitas vezes, é desinteligente. Eu fui para o Ceará sem estar trabalhando. Eu fui para curtir a convite da galera que gosto demais. Eu tinha que estar ali. Meu 2018 ficou marcado com Lisca e por esse carinho sensacional do Ceará”, acrescentou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Olha isso. É difícil não se envolver. Quando você se torna um jornalista esportivo, naturalmente perde o sentimento pelo clube de coração – sim, é verdade, não tenha dúvida. Todo mundo tem um time quando moleque. Eu não fui diferente, mas perdi complemente a paixão – o que é doído, porque a essência do futebol é torcer. Saiba: já comemorei muito gol contra ele em estádio. Essa minha proximidade com o Ceará despertou aquela velha paixão cega de torcedor, que passa dos limites e, por muitas vezes, é desinteligente. Eu fui para o Ceará sem estar trabalhando. Eu fui para curtir a convite da galera que gosto demais. Eu tinha que estar ali. Meu 2018 ficou marcado com Lisca e por esse carinho sensacional do Ceará. Nunca imaginei que um estádio gritaria uma música para mim. Nunca imaginei que seria um dos puxadores de uma torcida tão gigante e apaixonada. Sempre fui fã de torcidas organizadas. A festa nasce ali. E vendo de dentro, é impossível não se emocionar. O Ceará despertou uma emoção de volta ao menino Lucas, que hoje acabou se tornando o Cartolouco com suas responsabilidades. O velho coração de torcedor falou mais alto – para viver a flor da pele e para se fazer o que não deveria.

Uma publicação compartilhada por Lucas Strabko (Cartolouco) (@cartolouco) em

LEIA MAIS:
‘Cartolouco’ conta bastidores de demissão ‘bizarra’ da Globo: “Os caras cansaram, eu fiz muita m…”
Profissão, idade e redes sociais: tudo o que você precisa saber sobre o Cartolouco, de A Fazenda 12