No Atlético-MG, Mariano revela motivos de não ter acertado com Flamengo e Internacional

Lateral-direito esteve no radar de Flamengo e Internacional

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético

Em entrevista ao programa “Expediente Futebol”, Mariano revelou que teve sondagens de dois clubes brasileiros antes de acertar com o Atlético-MG. Dessa forma, Flamengo e Internacional realizaram consultas pelo jogador, mas o acordo não foi concretizado. Sendo assim, o lateral explicou os motivos da interrupção das conversas.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Tive algumas especulações no Brasil… Antes do Rafinha chegar, o Flamengo me procurou. Não deu certo porque eu ainda tinha um ano de contrato, e o Galatasaray não iria me liberar se não fosse uma questão de compra. Não deu certo por essa questão. Depois apareceu o Inter, quando teve a troca de treinador quando chegou o treinador argentino (Coudet). Acabou não acontecendo por algumas questões, entre elas porque o Inter optou pela chegada do Rodinei, que estava vindo de empréstimo do Flamengo, declarou ao canal “Fox Sports”.

Apesar de ter propostas da Europa, Mariano, que atuou por Bordeaux, Sevilla e Galatasaray, optou pelo retorno ao Brasil. Dessa forma, a presença de Jorge Sampaoli no Atlético-MG foi crucial para o acordo com o Galo ser fechado.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Minha prioridade era voltar para o Brasil, já estava quase 10 anos fora. Surgiu o Atlético-MG, com a chegada do Sampaoli aumentou as chances de vir e se concretizou. Chegamos muito bem com o título do Mineiro. Tiver propostas da França, Espanha… Mas a prioridade era retornar ao Brasil”, completou.

LEIA MAIS