Neymar será julgado por agressão, mas PSG tenta provar caso de racismo

Julgamento será já nesta quarta-feira

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/PSG

O atacante Neymar será julgado nesta quarta-feira (16) pelo Comitê Disciplinar da Ligue 1 por ter acertado um tapa na cabeça do zagueiro Álvaro González, a quem acusa de ter sido racista no clássico entre PSG x Olympique de Marselha, no último domingo.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

Equipe do brasileiro, o PSG está otimista pelo julgamento, já que está preparando um material que comprovaria o ato de racismo do jogador espanhol. Neymar acusa González de tê-lo chamado de “mono”, que em português significa “macaco”.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Os dois estarão com advogados e representantes de seus clubes no tribunal nesta quarta-feira e cada um pode receber diferentes punições, conforme publicou o blog Lei em Campo, do UOL.

Álvaro González pode receber 10 jogos de suspensão caso seu ato de racismo contra Neymar seja comprovado. O Olympique de Marselha, que apoiou veementemente o jogador por meio de nota e em entrevista do técnico André Villas Boas, também pode sofrer sanções e multas da Ligue 1 em caso de comprovação.

Neymar, por sua vez, também pode ser suspenso e a pena máxima para agressão é de 7 jogos. Além disso, o jogador tem um agravante por ter aplaudido o árbitro em sua saída do gramado. O PSG, porém, crê em absolvição ou em redução da pena se conseguir provar os insultos do adversário.

Leia mais:
Escândalo na FIFA: ex-diretor será julgado por corrupção e presidente pode ser acusado por obstrução de Justiça