Presidente da CBF acusa FERJ de servir ao Flamengo

Ríspida discussão marcou reunião entre os clubes e a CBF

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/CBF

A ríspida discussão que marcou a reunião entre os clubes e a CBF para tentar definir a volta ou não dos torcedores ao estádio contou com ironias, broncas e uma acusação forte do presidente da entidade, Rogério Caboclo.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

O mandatário da CBF tentou colocar em votação várias vezes a questão do retorno dos torcedores aos estádios, mas desde o início viu Rubens Lopes, presidente da FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), interrompê-lo e negar qualquer tipo de votação, já que segundo ele não houve ampla discussão.

Os ânimos afloraram entre presidente da CBF e presidente da FERJ, até que ataques começaram. Rubens Lopes disse que a reunião não era democrática e não vinha sendo bem conduzida, além de interromper Caboclo diversas vezes. Foi então que o mandatário da Confederação Brasileira de Futebol explodiu.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

“Vocês são subservientes ao Flamengo!”, teria gritado o presidente da CBF, que foi prontamente respondido com ironia por Lopes. O mandatário da Federação Carioca olhou para Walter Feldman, médico e secretário-geral da entidade nacional e sugeriu que ele desse um “gardenal” para Caboclo.

Leia mais:
7 jogadores que poderiam ter ajudado a Seleção na Copa do Mundo de 1998 mas foram esquecidos