Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Fernando Romboli e Felipe Meligeni formam dupla em torneio francês de tênis

Carioca e paulista vão disputar Challenger de Aix-en-Provence na França, torneio que faz parte do ATP Challenger Tour

Ricardo Antunes
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Pixabay

Fernando Romboli e Felipe Meligeni vão formar dupla de olho em torneio de tênis na França. Os brasileiros vão estar lado a lado no Challenger de Aix-en-Provence. A estreia está marcada para 9 de setembro, contra o norte-americano Bradley Kahn e o taiwanês Jason Jung, pelas oitavas de final.

Atual número 93 nas duplas no ranking da ATP, Romboli chegou ao sul da França na última sexta-feira. Assim, ele vai ter pela primeira vez o sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni como dupla. Os dois vão em busca de uma boa campanha na competição.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Devido à pandemia do Coronavírus, Romboli disputou seu último torneio da ATP em março, no Challenger de Monterrey, no México. Agora, somente no início de setembro, está de volta ao circuito profissional. Então o Challenger de Aix-en-Provence marcará o seu retorno oficial às quadras.

A preparação para retornar a disputar um torneio da ATP Challenger Tour foi feita no Rio de Janeiro na Tennis Route. No último fim de semana de agosto, participou de um torneio amistoso juntamente com Guilherme Clezar. Treinou por mais de dois meses para o retorno ao circuito profissional de tênis.

“As expectativas são as melhores possíveis! Primeiro pelo fato de poder voltar a competir oficialmente e segundo acredito que podemos desenvolver uma sólida parceria dentro das quadras. Felipe é um excelente jogador e vejo um belo potencial na nossa dupla”, afirmou Romboli

O torneio francês teve o seu início em 2014, esse ano será a sua sétima edição. É disputado na quadra de saibro do Country Club Aixois. Somente Thiago Monteiro, na simples, foi campeão no ano de 2016. Já nas duplas, o Brasil ainda busca o título inédito. Para isso além de Romboli e Meligeni, Thiago Seyboth e Rafael Matos são esperanças.

LEIA MAIS
Durante US Open, Naomi Osaka homenageia negros mortos pela violência policial

US Open: Serena vence e avança à terceira rodada em NY