Jornalista critica Cássio e afirma: “Nunca foi líder, não pode ser capitão”

Arnaldo Ribeiro defende a titularidade de Walter e ressalta que Cássio não é o único em má fase, citando Fagner, Gil e Jô

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: SporTV/Reprodução

A má fase de Cássio no Corinthians segue repercutindo. Após dar entrevista emocionado na saída de campo do jogo contra o Flamengo, o o goleiro dividiu as opiniões sobre a possibilidade se tornar reserva. Em participação no Posse de Bola, podcast do UOL Esporte, o jornalista Arnaldo Ribeiro criticou o arqueiro alvinegro.

“O Cássio, para mim, não é culpa do goleiro, mas o Cássio nunca foi e nunca será um líder, ele não tem esse perfil, ele não pode ser capitão do Corinthians só pela longevidade, isso não existe. Goleiro capitão, aliás, é muito relativo, ele está sempre longe de tudo, e a atitude Cássio goleiro capitão foi ser expulso depois do jogo em Fortaleza, foi lá encher o saco, tomou o vermelho, não jogou contra o Athletico-PR, entrou o Walter e fechou o gol”, comentou o jornalista.

“Não é que se o Cássio não estivesse e o Walter estivesse seria diferente, mas o Cássio está exposto demais e ele não tem controle emocional para lidar com isso, está claro. E não tem só o Cássio, tem o Fagner, tem o Gil, tem o Jô e o Corinthians está contratando agora, pode ser considerado um outro refugo do Atlético-MG, eu não acho, porque ele tem ligação com o Corinthians, é o Fábio Santos, que é um jogador também que tem história no Corinthians, tem liderança, então tem que repartir esse torpedo”, completou a crítica sobre Cássio.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

VEJA TAMBÉM:

Fábio Santos no Corinthians: onde estão os campeões mundiais em 2012?

Desabafo de Cássio foi motivado por saída de diretor de futebol, diz site

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Caio Ribeiro defende Cássio de críticas no Corinthians: “Não é tudo em cima dele”