Corinthians marca reunião para acalmar ânimos antes de eleições

Três candidatos concorrem à presidência do clube

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Corinthians

Além da crise no futebol, o Corinthians também vive clima tenso na administração há quase um mês das eleições presidenciais para o próximo triênio.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

Segundo o Ge.com, o clube marcou uma reunião com as três chapas que concorrem à eleição presidencial e com as 19 que concorrem às cadeiras no Conselho, para que se acalmem os ânimos no Parque São Jorge antes da votação, marcada para o dia 28 de novembro.

A crise no futebol influencia no momento político do clube, que tem três candidatos à presidência.

São eles os opositores Augusto Melo e Mario Gobbi – que se afastou da atual diretoria e se tornou um crítico – e o ex-diretor de futebol do clube e homem de confiança de Andrés Sanchez, Duílio Monteiro Alves.

Há uma preocupação com o acirramento dos adversários até o momento das eleições. Os sábados se tornaram dias de campanha, com pessoas estendendo faixas pelo Parque São Jorge e discussões abertas sobre o pleito.

Também é necessário se preocupar com a prefeitura, já que a ideia é realizar a votação sem que tenham grandes aglomerações no Parque São Jorge, o que já estaria acontecendo no período de campanha.

Leia mais:
Rizek sobre Cássio: “Corinthians está ruim com ele, mas estaria muito pior sem ele”