Gaciba diz que o VAR não foi operado corretamente em Atlético-MG x São Paulo: “Equívoco humano”

Chefe de Arbitragem da CBF admitiu erro na operação do VAR em lance crucial da partida

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Em entrevista ao programa “Seleção SporTV”, Leonardo Gaciba avaliou a utilização do VAR no Brasileirão. Dessa forma, o Chefe de Arbitragem da CBF admitiu que a ferramenta não foi operada corretamente no duelo entre Atlético-MG x São Paulo. Isso porque o gol de Luciano, do Tricolor Paulista, acabou sendo anulado de maneira equivocada após revisão na cabine do árbitro de vídeo. Mesmo assim, ele deixou claro que a falha foi humana, e não da tecnologia usada no confronto.

“Fizemos uma análise do lance. A linha realmente não é colocada (de forma correta). Há outros detalhes que temos na análise que a gente faz. Não adianta lutar contra a imagem. Claramente, a linha não está colocada de forma padrão. Não é erro da tecnologia. É um equívoco humano da colocação da linha de impedimento. Temos acesso às imagens. O momento do contato com a bola não é o correto”

“Na hora de fazer o vai e vem do primeiro momento do contato com a bola, a imagem é parada um frame antes do primeiro contato do jogador com a bola. E poderia ter dado um resultado diferente na linha de impedimento. Mas não é um erro tecnológico. É um equívoco humano”, declarou.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

COMPROMETIMENTO DA CBF

Apesar do episódio, Gaciba exaltou a utilização do VAR no Brasileirão. Portanto, reiterou que a CBF busca aperfeiçoar seus métodos para seguir tomando decisões acertadas nos jogos.

“O nível de intervenção do VAR está bom. É preciso trazer a justiça e não interferir muito no jogo e, pra isso acontecer, estamos tentando melhorar as performances dos árbitros dentro de campo. Estamos trabalhando pra cada vez mais precisar menos dos árbitros de vídeo e manter o nível de acertos”, completou.

LEIA MAIS

Gaciba responde cobrança de Campello sobre o VAR e garante: “A transparência da CBF é total”