Mudança de adversário não afeta Thomas Almeida em retorno ao UFC

Brasileiro enfrentará Jonathan Martínez neste sábado (17) na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação

Depois de mais de dois anos sem lutar, Thomas Almeida está de volta ao UFC. O brasileiro enfrentará Jonathan Martínez neste sábado no evento a ser realizado em Abu Dhabi, na famosa ‘Ilha da Luta’ criada pelo Ultimate.

Mas o retorno de Thominhas teve alguns percalços. Originalmente, o lutador teria outro rival, Alejandro Perez, mas este acabou tendo Covid-19 detectada em exames e foi retirado do evento. A mudança de adversário não afetou o pensamento e os treinamentos do brasileiro.

“Já estava preparando psicologicamente para mudança de datas, por tudo o que acontece no mundo. Poderia acontecer comigo ou o meu adversário, mas fiquei muito feliz pelo UFC ter arrumado outro oponente em pouco tempo e já sei de todas as características dele. É só ajustar algumas coisas e ir em busca da vitória”, disse Thomas Almeida.

Se para muitos, mudar o adversário pouco antes de uma luta pode afetar os planos e até prejudicar treinos, para o técnico de Thominhas, Diego Lima, tais planos não afetam nada, já que seu pupilo conseguiu se adaptar bem à mudança de rival.

“Acho que essa troca acabou sendo benéfica para o Thomas. Ficamos duas semanas treinando e nos adaptando ao fuso aqui de Abu Dhabi. O fato de lutar na categoria de cima também será bom porque ele não vai sofrer com o corte de peso e vai pegar um cara do mesmo peso e que também sobe por ter aceito a luta em cima da hora. Tenho certeza de que será um grande show”, disse Diego.

LEIA MAIS

Thomas Almeida volta ao UFC após dois anos para evento em outubro

Khabib explica recusa em aceitar proposta do UFC para treinar no TUF

Cris Cyborg volta a revelar desejo de revanche com Amanda Nunes