Primeiro ministro garante continuidade da Premier League apesar de lockdown

Inglaterra vê números da Covid-19 aumentarem, mas torneio, por enquanto não vai ser paralisado como em março

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Premier League

O Primeiro Ministro do Reino Unido, Boris Johnson, garantiu a continuidade da Premier League. Em entrevista coletiva, o político confirmou novo lockdown de um mês no país. Entretanto, as principais divisões do futebol nacional vão continuar com portões fechados, como já tem acontecido.

“As pessoas devem trabalhar em casa se possível. Quando não for possível, ainda são permitidas viagens de trabalho. Isso também inclui esportes de elite praticados com portões fechados, produções de filme e TV, e também profissionais de imprensa”, afirmou o Primeiro Ministro.

De acordo com o novo lockdown, que ainda precisa ser votado no parlamento, bares e restaurantes vão ficar fechados. Serviços essenciais, escolas e universidades permanecem abertos. Johnson planejava a retomada gradual de público na Premier League, mas isso não vai ser possível.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

A segunda onda da Covid-19 é uma realidade nos principais países da Europa. O Reino Unido tem experimentado um crescente número de casos nas últimas semanas. Atualmente, já superou o milhão de casos e estão com 46.555 mortes.

Em março, quando aconteceu o primeiro surto da doença, a Premier League foi interrompida. Na ocasião, a temporada ficou em xeque, mas foi retomada em agosto. Os jogos foram amontoados e aconteceram praticamente durante todos os dias – o Liverpool se sagrou campeão do torneio.

LEIA MAIS
Ibrahimovic entra em top-10 de artilheiros das cinco principais ligas da Europa; veja ranking