Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Rivaldo critica demissão de Luxa no Palmeiras: “Impossível montar projetos de longo prazo no Brasil”

Ex-jogador acredita que a decisão da diretoria do Palmeiras foi um “espelho do futebol brasileiro”

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco - Palmeiras

Em sua coluna na “Betfair.net“, Rivaldo avaliou a demissão de Luxemburgo no Palmeiras. Após a derrota do clube paulista para o Coritiba, a situação do treinador ficou insustentável, e seu desligamento foi confirmado pela diretoria. Mesmo assim, o pentacampeão do mundo enxerga que a pressão por resultados sempre acaba culminando em demissões de técnicos técnicos, algo que se tornou normal no Brasil.

“O Palmeiras esteve invencível alguns 20 jogos e tudo parecia encaminhado, porém uma sequência de três derrotas com atuações abaixo do esperado levou à demissão de Vanderlei Luxemburgo.  Isso é o espelho do futebol brasileiro. Nenhum clube de dimensão considerável consegue montar um projeto duradouro pois são os resultados que sempre irão comandar seu destino. Quando os resultados não aparecem, a pressão é enorme sobre os presidentes dos clubes e eles acabam descontando no treinador, pois caso contrário será o próprio presidente a sofrer as consequências”, declarou.

“No Brasil, é impossível montar projetos de longo prazo como acontece na Europa pois há muitos clubes brigando por títulos e você não tem tempo. Além disso, a cobrança dos torcedores é superior aquela que acontece na Europa e as decisões acabam se precipitando mais depressa do que muitas vezes estavam sendo pensadas”, completou.

DISPUTA NO BRASILEIRÃO

Além disso, Rivaldo analisou a disputa pelo Brasileirão. Apesar de clubes como Atlético-MG, Flamengo, Inter e São Paulo estarem no pelotão da frente, ele citou que ainda é muito cedo para cravar quem irá disputar o troféu.

“De momento, os times do Atlético-MG, Flamengo, Internacional e São Paulo estão se destacando no topo da tabela do Brasileirão e assim aumentando suas chances de lutar pelo título brasileiro, mas eu continuo pensando que ainda é cedo para analisar os candidatos. Há outros times como o Palmeiras ou o Santos que ainda vão correr atrás e buscar entrar no comboio daquelas equipes que podem brigar pelo campeonato, e como eu sempre digo o campeonato brasileiro é muito competitivo e muita coisa pode mudar em pouco tempo”, completou.

LEIA MAIS