Roger Flores é ironizado por flamenguistas após critica a Dome por tirar Pedro: “chinelinho”

Internautas disseram que ex-jogador foi covarde com o treinador rubro-negro

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução

Comentarista do Grupo Globo, o ex-jogador Roger Flores criticou o treinador flamenguista, Domènec Torrent, após o empate por 1 a 1 entre Flamengo e RB Bragantino, na noite desta quinta-feira (15), no estádio Maracanã.

Na partida, o profissional rubro-negro substituiu o centroavante Pedro e manteve Lincoln até o final. A decisão foi criticada pelo comunicador.

A opinião, contudo, foi questionada e o nome de Roger Flores se tornou um dos assuntos mais comentados do twitter.

Flamenguistas argumentaram que a saída de Pedro ocorreu por questões físicas. Dois dias antes, na vitória por 2 a 1 sobre o Goiás, o atacante ficou 90 minutos em campo. Em entrevista coletiva, Domènec Torrent confirmou o risco de lesão.

“Pedro era o único jogador que tinha risco de lesão. Doutor Tannure (médico do Flamengo) disse que poderia jogar no máximo 50 minutos. Pedro queria jogar no início, mas não poderíamos arriscar uma lesão. São nove jogos consecutivos”, declarou.

O jogo

Flamengo e RB Bragantino empataram por 1 a 1, na noite desta quinta-feira (15), no estádio Maracanã. Com o resultado, o time carioca perdeu a chance de assumir a liderança do Brasileirão Série A de forma isolada.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Claudinho abriu o placar nos primeiros segundos da etapa final e Lincoln empatou para o time rubro-negro, aos 24 minutos.

Ficha técnica – Flamengo x Bragantino

Data: 15 de outubro de 2020

Motivo: Brasileirão Série A (16ª rodada)

Local: estádio Maracanã (Rio de Janeiro/RJ)

Horário: 20h (horário de Brasília)

Flamengo: Hugo Souza; Isla, Thuler, Léo Pereira e Renê; Willian Arão (Bruno Henrique), Thiago Maia, Diego Ribas e Éverton Ribeiro (Gerson); Pedro (Vitinho) e Lincoln – técnico: Domènec Torrent.

Bragantino: Cleiton; Aderlan, Realpe (Léo Ortiz), Ligger e Weverson; Ricardo Ryller, Raul e Claudinho (Hurtado); Leandrinho (Morato depois Cuello), Ytalo e Bruno Tubarão (Edimar) – técnico: Maurício Barbieri

Veja a repercussão do comentário de Roger Flores a seguir:

Leia também:

Flamengo empata com Bragantino, perde chance de assumir liderança e torcedores detonam Domenec