Saiba quantos gols Neymar precisa fazer para superar Pelé na seleção brasileira

Neymar marcou três vezes no jogo da seleção e superou Ronaldo na artilharia

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Instagram

Neymar finalmente atingiu sua marca esperada pela seleção brasileira. Ele marcou três gols na vitória do Brasil sobre o Peru pelas eliminatórias da Copa do Mundo e superou Ronaldo Fenômeno na artilharia da seleção.

Neymar chegou aos 64 gols com a camisa da seleção brasileira, superando o ex-atacante, que fez 62. Com isso, o camisa 10 precisa fazer apenas 13 gols para superar o maior artilheiro do Brasil, Pelé. O Rei do Futebol marcou 77 gols com a camisa da seleção.

“Fiz em homenagem ao Ronaldo, empatei com ele em gols, quis homenageá-lo de alguma forma. É um ídolo para todos nós, brasileiros, e para mim principalmente. Foi uma pequena homenagem”, disse Neymar após a partida ao comentar sobre a comemoração do primeiro gol, quando igualou a Ronaldo.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

“Foi um jogo muito difícil, a equipe deles é muito aguerrida, deu trabalho para a gente. O campo não favoreceu o nosso jogo, é um campo seco, mas conseguimos nos sobressair sobre as adversidades que tivemos no jogo. De um modo geral, fizemos um bom jogo e conseguimos a vitória, que é o mais importante”, completou ele.

Veja os ranking de artilheiros da seleção:

1º – Pelé (77 gols)
2º – Neymar (64 gols)
3º – Ronaldo (62 gols)
4º – Romário (55 gols)
5º – Zico (48 gols)
6º – Bebeto (39 gols)
7º – Rivaldo (35 gols)
8º – Jairzinho (33 gols)
9º Ronaldinho Gaúcho (33 gols)
10º Ademir Menezes e Tostão (32 gols)

Elogios

Após sua atuação, o camisa 10 recebeu elogios de Tite, técnico da seleção.

“O que eu posso dizer é que Neymar tem a imprevisibilidade, ele é arco e flecha, dá a assistência e a finalização. Está cada vez melhor e com um grau de maturidade cada vez maior (…) Neymar é um jogador que procuramos dar a bola no setor mais importante do gramado, próximo dos volantes adversários, porque ali ele é criativo, tem a finta. Não faz drible para malabarismo, faz para ir para o gol, para desequilibrar”, afirmou.

LEIA MAIS: