Vanderlei Luxemburgo é demitido e não é mais técnico do Palmeiras

Treinador caiu após nova derrota do time no Brasileirão

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/Palmeiras

Vanderlei Luxemburgo não e mais técnico do Palmeiras. A diretoria decidiu pela demissão depois da derrota do time por 3 a 1 para o Coritiba, nesta quarta-feira (14), pela 16ª rodada do Brasileirão.

A derrota em casa foi a terceira seguida no Campeonato Brasileiro. Ele fez sua quarta passagem pelo Verdão e teve 38 jogos, com 18 vitórias, 15 empates e cinco derrotas. O treinador chegou ao clube em dezembro de 2019 com a promessa de mudança.

Com o resultado de hoje, a permanência do treinador ficou complicada. O Palmeiras tem 22 pontos e ocupa a sétima colocação na tabela do Brasileirão.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

“Estamos deixando a desejar nesses últimos três jogos. Não podemos achar que é culpa do técnico ou que está tudo muito ruim. É momento de refletir. Temos um grupo de homens, todos de caráter, que sabem o peso da camisa do Palmeiras”, disse o jogador Willian, ao TNT, após a derrota, sem saber que mais tarde o treinador seria demitido.

Confira a nota do Palmeiras sobre a saída de Vanderlei Luxemburgo:

Vanderlei Luxemburgo não é mais o técnico do Palmeiras. Após a partida desta quarta-feira (14), a diretoria alviverde se reuniu na Academia de Futebol e decidiu pela não permanência do treinador no cargo. O Palmeiras agradece a Luxemburgo pelo trabalho desenvolvido em sua quinta passagem pelo clube, na qual conquistou o Campeonato Paulista de 2020.

Após a partida contra o Coritiba, Luxemburgo chegou a comentar sobre o rendimento da equipe.

“Nós entramos um pouco fora de sintonia. Os dois ataques que eles tiveram, fizeram os dois gols. Acho que é mérito do adversário, não é porque está na zona de rebaixamento que não possa acontecer. Eu acho que nós, eu, como maior responsável, temos que entender que esses três últimos jogos não foram bons. O torcedor tem toda razão e direito de reclamar, de ir para as redes sociais, fazer as cobranças que tem que fazer, são naturais. A única coisa que me incomodou foi colocar meu telefone e do presidente na rede social, infelizmente têm pessoas que fazem isso. Mas nós temos que entender que temos que melhorar. Melhorar no geral. Eu acho que tenho que melhorar como técnico. O que eu fiz até agora caminhamos bem, mas precisamos de mais alguma coisa, que também passa por mim. Eu tenho a obrigação de fazer algo a mais”, disse ele.

LEIA MAIS: