9 anos depois Theo Epstein deixa o Chicago Cubs

O anúncio foi feita na tarde de hoje (17), Jed Hoyer assume o cargo de presidente de operações de beisebol

Augusto Edinger
Colaborador do Torcedores

Crédito: slate.com

Nove anos, quase uma década e como o próprio falou “Um gerente geral não pode ficar mais do que 10 anos em um time”, não era o caso de Jed, ele foi um dos responsáveis por tirar o Cubs da longa e duradoura “seca” de mais de 100 anos e também foi um dos responsáveis por tirar o Red Sox da fila após 86 anos, dois dos três maiores jejuns que a liga tinha, agora o peso segue com o Cleveland Indians.

Entretanto, um ciclo precisa de finais e foi isso que aconteceu na tarde dessa terça-feira (17), o presidente de operações de baseball deixou o cargo para Jed Hoyer tomar o lugar dele.

Embed from Getty Images

Afinal, o futuro é talvez a maior incógnita para Epstein, considerado por muitos um dos melhores no que faz dentro da MLB, pode ser que retorne a liga americana ou decida dar uma pausa. Mas, a torcida tanto de Cubs como a do Red Sox só tem a agradecer.

Leia mais:

Por que temos tantas lesões na NFL atualmente e o fator grama artificial

Saiba como cada cidade com franquia da NFL votou

Jrue Holiday e Bogdanovic reforçam Bucks