Com direito a gol olímpico, Corinthians vence o Palmeiras e pega o Avaí/Kindermann na final do Brasileirão Feminino

O Corinthians venceu o Palmeiras pelo placar de 3×0 na Neo Química Arena, e se garantiu na final do Brasileirão Feminino

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter

E o Avaí/Kindermann já conhece seu adversário na grande decisão do Brasileirão Feminino: o Corinthians! A classificação alvinegra veio após triunfo por 3×0 em plena Neo Química Arena. Os gols da vitória vieram com Poliana, Ingryd e Diany.

Corinthians x Palmeiras: O JOGO

1º TEMPO

Diferente do primeiro jogo, as equipes chegavam com mais qualidade ao ataque, mas sem dar trabalho às goleiras. A primeira boa chance foi aos 14 minutos com o time da casa. Crivelari aproveitou cruzamento e desviou dentro da pequena área pra fora. O Corinthians sabia que esse era o caminho contra um Palmeiras mais fechado esperando os contra-ataques.

Aos 20, o primeiro real susto. Yasmin cobrou falta na trave e quase abriu o placar pro Timão. Mas o gol viria praticamente na sequência. Em mais uma bola aérea, Andressinha cobrou escanteio na cabeça da zagueira Poliana. Testada no canto da goleira Vivi. Corinthians 1×0 Palmeiras.

A partir daí, o Palmeiras saiu mais para o jogo. Fato que abriu os contra-ataques para a equipe do Corinthians. Crivelari e Adriana trouxeram muito perigo à defesa alviverde. Aos 26, Adriana ficou no ‘um contra um’ na velocidade mas se desequilibrou antes de finalizar.

Do lado do Verdão, as melhores chegadas eram com Camilinha e Angelina na ponta-esquerda. Porém, Katiuscia ganhava a maior parte dos confrontos.

O domínio voltava ao Corinthians aos poucos, muito pela boa partida das jogadoras de meio-campo: Andressinha, Tamires e Gabi Zanotti trocavam passes como queriam. Numa dessas trocas, a bola chegou em Yasmin na ponta-esquerda, que tocou por baixo para Grazi, que da entrada da área, chutou raspando a trave.

2º TEMPO

O Corinthians iniciou da mesma forma, com mais posse mesmo com a vantagem no placar. O Palmeiras por sua vez, sempre procurava a artilheira Carla Nunes, que bem marcada, saía muito da área para organizar o time. A primeira chance veio dos pés dela aos 13 minutos, mas Erika travou a finalização.

Da parte do time da casa, o contra-ataque ainda era perigoso, porém as jogadoras de frente pecavam nas finalizações. Foi o caso de Crivelari e Adriana aos 22 e 24 minutos.

O jogo então foi se arrastando com um Palmeiras aguerrido porém cansado, contra um Corinthians desperdiçando um show de contra-ataques.

Chance mesmo do Timão viria aos 34, com duas jogadoras que entraram na segunda etapa. Victoria Albuquerque achou Gabi Portilho na área, e a atacante dominou e chutou por cima.

Mas se engana quem pensa que seria um final dramático. Aos 45 minutos, Ingryd que também entrou no segundo tempo, cobrou escanteio direto pro gol, e Vivi não viu a cor da bola. GOL OLÍMPICO! Corinthians 2×0 Palmeiras.

Acabou por aí? Nada disso! Dois minutos depois, a própria Ingryd chegou pela direita e acionou Diany na entrada da área. Bola de chapa no cantinho. Corinthians 3×0 Palmeiras.

E ficou nisso! Timão na final!

Final do Brasileirão Feminino

Corinthians e Avaí/Kindermann fazem a grande final do Brasileirão Feminino, em datas ainda não definidas pela CBF. O que se sabe, é que por ter a melhor campanha da competição, o Timão decide o título em casa, provavelmente na Neo Química Arena. O Avaí/Kindermann deve mandar o primeiro jogo na Ressacada.

Siga o autor no Twitter/Instagram

LEIA MAIS
TV Cultura transmitirá fase final do Paulistão Feminino

Goleiro Vinícius do Remo é eleito vereador em Belém

Gustavo Scarpa testa positivo para a covid-19 e é mais um desfalque para o Palmeiras