Em lágrimas, Kevin Love admite que ainda tem pensamentos suicidas

Em entrevista, o ala-pivô assume que o pensamento suicida ainda o aflige

Cainã Lima
Colaborador do Torcedores

Em novembro de 2018, Kevin Love sofreu o seu primeiro ataque de pânico. Ocorreu em uma partida contra o Atlanta Hawks. O ala-pivô detalhou a situação em um artigo para o The Player’s Tribune. Desde então, Love lida com a depressão, porém, ele tem sido pioneiro na discussão sobre saúde mental no basquete.

FANTASMAS DO PASSADO

Ontem (18), Kevin Love revelou ainda ter pensamentos sobre suicídio, em uma entrevista ao In Depth with Graham Bensinger.

“Eu acho que isso é algo que atravessa sempre a sua mente e eu apenas aprendi a falar a verdade, honestamente. Eu aprendi que nada nos assombra mais do que aquilo que não dizemos. É mais perigoso para mim caso eu guarde essas coisas.”

Em 2018, impulsionado pela atitude do ala-pivô do Cavaliers, o ala DeMar DeRozan também revelou sofrer de depressão. 

“Eu tive muitos maneiras… Mas o bom é que quando você pesquisa sobre esse tipo de coisa, acaba dando de cara com a linha nacional de prevenção ao suicídio. Já flertei com isso (suicidar-se) algumas vezes, mas é assustador tomar este caminho e aceitar a ideia de tirar a minha própria vida.”

No passado, Larry Sanders, Stephon Marbury e Eddie Griffin estão dentre alguns jogadores que sofriam de depressão.

“É claro que tem dias que são mais difíceis. Também sofro muito com a síndrome do impostor. É como se eu não me sentisse merecedor. Acho que o meu valor não é compatível com o que eu alcancei e o sucesso que obtive. Me sinto como uma fraude porque sinto como se eu não tivesse conquistado nada.”

Howard e Paul George comentaram sobre o recorrente sentimento de tristeza na bolha da NBA. Entretanto, independente do quão pesadas sejam as declarações, elas apontam, portanto, para a urgência da atenção que demanda o tema da saúde mental. Mas não apenas no esporte. Todos estão suscetíveis a doença.

LEIA MAIS:

KLAY THOMPSON SOFRE GRAVE LESÃO E FICA FORA DA TEMPORADA

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM OS TIMES DE SAN FRANCISCO?