Gabriel Jesus defende Dome após saída do Flamengo: “A pegada do Brasil é diferente”

Atacante teve experiência com o catalão no Manchester City e comentou a demissão do treinador no Flamengo nesta semana

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Gabriel Jesus comentou, nesta quarta-feira (11), a demissão do treinador Domenec Torrent no Flamengo. O brasileiro chegou a trabalhar com o técnico catalão, que foi auxiliar de Pep Guardiola no Manchester City.

Em entrevista coletiva na seleção brasileira, Gabriel Jesus ressaltou a cultura diferente do futebool. “Fiquei quase dois anos com o Dome. É um cara muito gente boa, muito calma, com qualidade imensa. Mas a pegada do Brasil é diferente do que ele estava acostumado”, comentou.

“Não quero defender, mas ele entende muito de futebol, treinava, passava treino, ajudava a gente. Infelizmente, aconteceu o que aconteceu, agora acho que ele vai repensar nos conceitos, não que esteja errado, mas é o que ele acredita. E torço muito por ele”, acrescentou o atacante Gabriel Jesus.

O atacante do Manchester City retornou de lesão e segue artilharia na equipe inglesa. Durante a conversa na Seleção, Gabriel Jesus ainda destacou a dificuldade do calendário do futebol nesta temporada por causa da pandemia.

“E é um ano complicado, tivemos pouco tempo de férias, mas é o que a gente faz, o que ama, e temos que passar por cima das dificuldades. Temos que nos cuidar, recuperar bem para correr o menor risco de lesões, sabemos que está tendo muitas. Temos que nos cuidar bastante”, completou Gabriel Jesus.

VEJA TAMBÉM:

Quais são os times dos 35 maiores cantores de funk do Brasil?

Jesus usa Ronaldo como exemplo e revela mudança pós-Copa: foco no gol

Gabriel Jesus dá dicas para Menino e diz que espera terminar história no Palmeiras